W.E. – O Romance do Século por Melhor Proposta e Melhor Acessório

Todo mundo, principalmente os críticos, desceu o sarrafo na Madonna, mas confie em mim, W.E. – O Romance do Século nem é tão ruim assim.

A história do rei que abdica do trono não é novidade. A proposta de Madonna é ouvir o outro lado da história,  mostrar o que é que a norte-americana   temtinha de tão especial e como foi a vida dela depois que Edward contrariou sua família e seu destino.

Fato: a proposta é muito boa e a narrativa, mesmo não emocionando, mais parece um videoclipe.

Fashionistas de plantão tem um motivo a mais para ver o filme: o figurino, explorado nesse post do Omelete, é divino, com destaque para as jóias, que fazem parte do acervo pessoal da própria Madonna.

Quem curte calçados femininos, bolsas e outros acessórios de moda não pode perder; #ficaadica

Leap Year por Melhor Proposta

Não acha?

Always kiss like it’s the first time and the last time.

 

PS1: Leap Year é uma tradição irlandesa segundo a qual no dia 29 de fevereiro de um ano bissexto o homem é obrigado a aceitar, nesta data, o pedido de casamento.

PS2: Esse filme é um daqueles que a gente começa a ver já sabendo o final. E é um dos melhores dessa categoria que vi nos últimos tempos.

PS3: Veja o trailer:

Bora pra Irlanda, minha gente!

Revolutionary Road por Melhor Proposta e Melhor Visita

Revolutionary Road

Ah, com uma proposta dessa, até eu ia querer a Kate como esposa.

Um dos poucos passatempos na vida monótona de April e Frank era receber os amigos. E com amigos como esses…

Fiquei em dúvida se seria a Melhor Visita ou Melhor Momento Sai que eu tô sincero. 

PS1: A Kate é uma das minhas atrizes favoritas. Não perco um filme dela.

PS2: Eu saí bem deprimida de Revolutionary Road (aaaah, mi mi mi. Não tem final feliz!!), mas é preciso reconhecer que a Kate April tinha os seus momentos:

If being crazy means living life as if it matters, then I don’t mind being completely insane.

PS3: A Kate casou-se em segredo com o Sam Mendes, diretor de Beleza Americana, em 2003. Depois do sucesso de Revolutionary Road, ele voltou para o teatro, dirigindo Ethan Hawke, em Londres. Jude Law, como Hamlet, também em Londres, arrancou mais elogios e aplausos.

PS4: Foi Kate quem decidiu chamar Leonardo di Caprio para o papel de Frank.  Foi a primeira reunião dos atores depois do sucesso de Titanic.

PS5:  Revolutionary Road concorreu a 3 Oscar, mas não levou nenhum. Kate ganhou a estatueta pela sua atuação em O Leitor.