Proposta Indecente por Pior Compra

Reparou?! É a primeira vez em quase 3 anos de existência que esse blog se propõe não a indicar o Melhor, mas o Pior (Será que vou levar toco da editora chefe?!).

O Telecine colocou na programação de seu canal água com açúcar, o Telecine Touch, um clássico do gênero, Proposta Indecente (1993).  E tem coisas que só um filme dos anos 90 faz por você. Se você não nasceu nessa década, provavelmente assistiu ao filme e provavelmente gostou, chorou, se excitou, se escandalizou com a tal proposta feita por um Robert Redford com muito menos rugas que hoje e se perguntou o que faria no lugar da Demi ou do corno marido dela, Woody Harrelson.

Mas ao revê-lo, quase 20 anos depois, você talvez ache que o célebre vestido da Demi é na verdade bem breguinha, que o romance é uma melação chata, que um milhão é uma mixaria e não dá nem para comprar um kit no Jardim Paulista #ryca Mas talvez  o maior absurdo seja o destino dado a quantia, indicada hoje aqui como a Pior Compra do Cinema.

Porque, né?!  se hoje em dia você não está disposto a pagar 1 milhão nem para comer fazer amorzinho gostoso com a Demi More, pagaria por essa fofura?!

Abs,

Filipe

Anúncios

Garota Infernal por Melhor Bad Hair Day

Porque tem dias que até a Megan Fox acorda de mal jeito e só melhora quando mata alguém.

Assista abaixo o momento Bad Hair Day aos 0:41:43

“No. I feel like boo-boo. My skin is breaking out, and my hair is dull and lifeless. God. It’s like I’m one of the normal girls…”

Abs,

Filipe

Aconteceu Naquela Noite por Melhor Pedido de Carona

Após meses (vergonhosamente assumo) sem colocar meus indicados nesse blog que amo tanto, retorno. Dessa vez sem promessas, mas com vontade de contribuir mais. Meu gosto cinematográfico tem mudado, deixei as novidades para a Pref e cai na tendência apontada pela Academia nesse ano, uma volta ao cinema clássico anos 20 e 30.

Aconteceu Naquela Noite (1934) é um daqueles filmes para você dormir tranquilo. Você não vai gargalhar e também não vai chorar rios e essa é sim uma excelente qualidade.Você sabe o final assim que é apresentado aos protagonistas e o que vai acontecer daquela velha equação que sempre funciona na telona ou na vida: Mocinho rejeita mocinha, que rejeita mocinho e no meio das rusgas acabam encontrando aquela faísca que faz o coração bater mais forte um pelo outro. O filme mostra um  Clark Gable menos garboso, mais orelhudo e menos canastrão que em E  O Vento Levou (1939). É dele e de Claudette Colbert (e muito graças as suas pernas) a indicação pela cena abaixo.

Aconteceu Naquela Noite  arrematou 5 Oscars incluindo Filme, Ator e Atriz.

Bjos,

Filipe

Alien, o Oitavo Passageiro por Melhor Cofrinho

Tive a oportunidade de rever Alien, o Oitavo Passageiro, graças ao Telecine que colocou o clássico do terror alienígena na sua programação de novembro. Eu não sou muito fã de filmes de terror – a Tati muito menos – o que acaba deixando esse blog um pouco defasado nesse gênero, infelizmente. Mas gostamos de bons filmes e Alien é um deles. Ridley Scott em sua segunda direção no cinema, veja só! Antes ele só tinha se aventurado em curtas e séries de TV.

Alien, o Oitavo Passageiro é de 1979, mais velho que eu e provavelmente que a maioria de vocês. Mas incrível como mesmo depois de tantos anos eu ainda lembrava de muitos detalhes do filme e que confesso, continuam bem assustadores e algumas vezes bem nojentos. O sucesso gerou uma franquia de 3 sequências sem contar  Alien versus Predador e os comentários sobre o quinto filme com Scott de volta a direção.

Deixando de lado as cenas nojentas e assustadoras, uma cena bem diferente ficou guardada no meu imaginário adolescente – Sigourney Weaver “pagando cofrinho” de uma bundinha magra e quase inexistente numa daquelas tanguinhas anos 70 que não escondiam muita coisa (Gabeira que o diga). Não lembro no cinema de ninguém pagando cofrinho com tamanha desenvoltura. Por isso, clap clap Sigourney, a indicação é sua.

Bjos,

@abelardobarbosa

Ela Vai Ter um Bebê por Melhores Constatações

Ok. Ela Vai Ter um Bebê não é o melhor filme de John Hughes, mas em 1988 ele já sabia das coisas. As brilhantes constatações do filme continuam valendo até hoje. Primeiro sobre o casamento.

“Wilt thou, Jefferson, have this woman to be thy wedded wife? Wilt thou comfort and keep her in sickness and in health? Wilt thou provide her with credit cards and a 4 bedroom 2 and a half bath house with central air and professional decorating, aMercedes Benz, and 2 weeks in the Bahamas every spring? Wilt thou try to remember the little things that mean so much, like flowers on her anniversary, a kind word when she’s had a rough day, an occasional “you look pretty today?” Wilt thou be understanding when she’s tired, headachy or upset about something. Wilt thou try not to be such a pig when thou shave and shower. Wilt thou listen patiently to long stories about kids, clothes, and decorator checkbook covers?”

“I will.”

Depois sobre a maturidade das pessoas.

“He’s too young and he’s too immature. She’s a golddigger.”
“There’s little or no gold to be dug. He’s plenty old and people don’t mature anymore. They stay jackasses all their lives.

O que mudou foi o Alec Baldwin e o Kevin Bacon.

Antes…

E Depois. wow!

Abs, Filipe

Gilda por Melhor Jogada de Cabelo


Quem não se apaixonaria?!

Bjos,

@abelardobarbosa

OS INDICADOS OSCAR: Quem Quer Ser Um Milionário? por Melhor Destino

Por que se tornar milionário e ainda ficar com a  garota que gosta no final é ou não é um bom destino!?. It was written! E sem mais. Amo o filme. #prontofalei


E segue a canção vencedora da noite:

O vencedor de 2009 ganhou também em Direção, Roteiro Adaptado, Fotografia, Edição, Trilha Sonora Original, Canção Original e Mixagem de Sons.

Abs,

@abelardobarbosa