GAROTA OS INDICADOS: Kate GAGA Winslet

Que tal?

 

Mais aqui.

Anúncios

GAROTA OS INDICADOS: Julianne Moore

 Julianne Moore não está linda só na capa da In Style de março.

Ela está uma deusa no ensaio inteiro…

…que também traz “revelações” feitas durante uma “entrevista” conduzida pelo amigo Tom Ford.

Vale lembrar que, em 2011, Julianne ficou fora da corrida pelo Oscar. Ela já tinha sido indicada outras quatro vezes: em 1998, por Boogie Nights. em 2000, por Fim de Caso; e em 2003, por As Horas e Longe do Paraíso.

GAROTA OS INDICADOS: Jen Aniston na Allure

Sim, essa é a Jennifer Aniston, capa da edição de Fevereiro da Allure.

 

Alguém pode me dizer que bico é esse?

 

Eu preferia a Rachel de Friends. #prontofalei.

 

Fonte: Mais Jen Aniston aqui.

 

GAROTA OS INDICADOS: Scarlett Johansson

Deve ser divertido ser garota-propaganda celebridade embaixadora da Moët & Chandon Champagne, não?

GAROTA OS INDICADOS: Katie Holmes na Elle

Sim, mais uma nova seção, dedicada a mostrar as atrizes em campanhas publicitárias e editoriais de moda. E abrindo o espaço, a esposa de Tom Cruise, Katie O Holmes, capa da Elle.

O recheio da revista também é dela, que protagonizaria a mini série The Kennedys no History Channel*.

Sobre Jackie O ela disse: “I worked as hard as I could, because I loved her. On set there was this feeling that we had to create something very special, because these people were very special.”

Será que Katie Holmes deixará finalmente Joey Potter pra trás?

Façam suas apostas!

 

PS1: Mais fotos da Elle aqui.

PS2: *Estranhamente o History Channel anunciou que a mini série foi cancelada porque o roteiro não teria sido fiel aos fatos históricos. Vc acredita? Depois de pronta? Sei!

PS3:  Segundo Fernanda Furquim, colunista da Veja OnLine, “Desde 2009, quando o projeto foi anunciado, políticos de esquerda e historiadores vinham criticando a decisão do canal de produzir uma história ficcional sobre a vida dos Kennedys. Uma das principais críticas foi a escolha do conservador Joel Surnow (24 Horas) como produtor do projeto, que teve direção de Jon Cassar”. (…) “egundo o Variety, especula-se que o canal tenha sofrido pressões por parte das empresas associadas a ele, como a Disney, a Hearst e a NBC Universal, para engavetar a produção”.