Chicago por Melhor Frase e Melhor Versão

É como a Catherine  diz:

You can like the life you’re living, you can live the life you like.

and all that jazz.

Anúncios

Debi & Lóide por Melhor Politicamente Incorreto e Melhor Versão

Esse é um dos motivos que eu demorei muito tempo para gostar do Jim Carrie. O filme é muito idiota, os personagens mais ainda, e o roteiro… tem lá uma ou outra cena boa.

Mesmo que ela seja politicamente incorreta.

Harry: Where did you get those?
Lloyd: I bought them when we filled up.
Harry: We are supposed to talk about all expenditures Lloyd! We are on a very tight budget.
Lloyd: This didn’t come out of our travel fund.
Harry: Oh.
Lloyd: Yeah, I was able to raise 25 extra bucks before we left.
Harry: Where did you get 25 extra becks?
Lloyd: I sold some stuff, to Billy in 4C.
Harry: The blind kid?
Lloyd: Yeah, ha ha! Yeah.
Harry: What did you sell him Lloyd?
Lloyd: Stuff.
Harry: What kinda stuff?
Lloyd: I don’t know, a few baseball cards, a sack of marbles,
[cough]
Lloyd: Petey.
Harry: Petey? You sold my dead bird to a blind kid? Lloyd! Petey didn’t even have a head!
Lloyd: Harry, I took care of it…

Os dois idiotas ainda tinham um carro tão idiota quanto…

no qual eles faziam esse tipo de som (idiota!).

Dá para acreditar que é a mesma música que o James Taylor e a Carly Simon estão cantando?

PS1: Débi & Lóide não só ganhou 2 MTV Movie Awards (a gente leva em consideração?) como também teve continuação.

PS2: Filme de quem? Peter Farrelly, claro.  

PS3: Outro (sic) ponto positivo (e idiota) é a a música do Deadeye Dick.

Mary Moon, she’s a vegetarian
(Mary Moon, Mary Moon, Mary Moon)

Teoria da Conspiração por Melhor Versão

conspiracy_theory_1997_685x385

O filme é bonzinho,  mas a música dos créditos…

PS1: Segundo o Petiscos, ontem foi aniversário da Julia Roberts. Como a gente A-D-O-R-A ela, vale ver o trailer de Teoria da Conspiração, lançado em 1997.

PS2: E seria Jerry Fletcher o Melhor Fã? Lembra como ele definia o amor por Alice?   

Love gives you wings. It makes you fly. I don’t even call it love. I call it Geronimo. When you’re in love, you’ll jump right from the top of the Empire State and you won’t care, screaming “Geronimo” the whole way down. I love her so bad, I just… whoa, she wrecks me. I’d die for her.

GERONIMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!

PS3: E todo mundo sabe, mas não custa ressaltar que a Julia fará par com o Javier Bardem na versão de Comer, Rezar e Amar.  Veja a notícia do Ego e confira o meu trecho favorito do livro de Elizabeth Gilbert aqui.

De Repente é Amor por Melhor Versão

6

Quem nunca cantou Bon Jovi que atire a primeira pedra…

PS1: Mais De repente é Amor aqui.

Vestida para Casar por Melhor Versão

27dresses1

Eu pensei em indicar esse filme como Melhor Sing-along, mas o espírito de ‘Eu canto tudo errado! E daí?’ colocou-me no caminho certo.

E já que estamos falando em versões, que tal Sr Elton John com Cher

…e Christina?

PS1: Essa é a típica comedinha romântica que a gente adora – pelos diálogos, pelos amigos engraçados e pelo casalzinho (que, neste caso, ganha mais pontos por ser a fofa da Izzie).

Exemplo 1: Quando a amiga, interpretada por Judy Greer (ela é sempre a melhor amiga), cobra da Jane posicionamento: He asks if you want a drink. You smile and say, ‘Vodka soda.’ If you already have a drink, you down it. Then there’s some flirting, some interoffice sex, an accidental pregnancy, a shot gun wedding, and a life of bliss. How many times do we have to go over this? 

Exemplo 2: A melhor parte de um casamento na versão…

– de Jane (representando as mulheres): You know how the bride makes her entrance and everybody turns to look at her? That’s when I look at the groom. Cause his face says it all you know? The pure love there.

de Kevin ( homens!): When the bride comes in and she makes her giant grand entrance, I like to glance back at the poor bastard getting married. Cause even though I think he’s an idiot for willingly entering into the last legal form of slavery, he always looks really, really happy.

PS2: Malin Akerman repete a personagem descontrolada e chata de Antes Só do que Mal Casado. A diferença é que nesse último ela é menos bitch e mais engraçada:

Dez coisas que eu odeio em você por Melhor Poema e Melhor Versão

10-things-i-hate_420

Eu fiquei em dúvida se esse filme deveria receber duas indicações ou uma só. Também titubiei se elas deveriam ser postadas separadamente ou de uma vez só. Bati o martelo, quando fui assisti-las. Eu simplesmente pre-ci-sa-va compartilhar essas cenas logo.

A primeira indicação é pelo poema corny (essa palavra não é muito boa?) que a encrequeira Kat cria para se declarar para o maloqueiro Patrick.

A segunda é para a versão de “Can’t take my eyes off of you“. (Quem diria, Zapa, que a gente teria algo em comum com um Heath Ledger moreno e em início de carreira?)

PS1:  O filme de 1999 foi inspirado em A Megera Domada, de William Shakespeare. Há várias referências ao longo do filme –  a começar pelo nome dos principais personagens (Kat, Bianca e Patrick Verona) e do colégio (Pádua).

PS2: A Megera Domada também foi adaptada para o cinema. A Katharina de gênio forte foi interpretada por Elizabeth Taylor, enquanto o ator Richard Burton, que  viraria marido da diva do Michael Jackson, fez o corajoso Petrucchio.

Moulin Rouge por Melhor Versão

moulin%20rouge-2

Não é chover no molhado.

Moulin Rouge foi um sucesso ao ressuscitar, em 2001, os musicais e também pela sua trilha sonora que trouxe novas versões de hits consagrados do pop e rock.

A maioria logo pensa em Live a Virgin, da Madonna, e Your Song, do Elton John, mas a Bárbara Franzin, do Velocidade.org, chamou a atenção para The Show Must Go On.

Interpretada no filme por Nicole KidmanAnthony Weigh e Jim Broadbent, essa música foi lançada em 1991 e semanas antes da morte de Freddie Mercure

Segundo matéria do Jornal Nacional, disponível no youtube, o videoclipe usou somente imagens de arquivo, já que ele não saía mais de casa.

De lá para cá, Elton John e Pet Shop Boys, entre outros, lançaram sua versão para a canção do grupo britânico, que já esteve no topo do ranking dos hits favoritos dos europeus para um funeral.

PS 1: A trilha sonora de Moulin Rouge foi lançada em dois CDs pelo espertinho do Baz Luhrmann, que soube bem como multiplicar o dinheiro.

PS2: Segundo o IMDB, Moulin Rouge ganhou o Oscar em duas categorias e outros 66 prêmios, além de 82 indicações.

PS3: Mudando de assunto, alguém viu o vídeo que a Madonna postou em seu site para homenagear o Michael Jackson?

PS4: Após começar 2010 revendo Moulin Rouge, eu preciso dizer que adoro a primeira vez que o Christian canta Your Song (que tal o tenor fazendo a contra-voz?)…

… e o medley dele e da Satine no Elefante.

PS5: E que talo Tolouse dizendo para o Christian: “Você pode me enxergar apenas comoum gnomo bêbado cujos amigos sãosó cafetões e prostitutas. Mas eu entendo de arte e amor, pois  anseio por isso com cada fibra do meu ser”