Mamma Mia por Melhor Despedida

Prestes a se casar, Sophie tem uma DR com a mãe.

Eu sempre eu choro nessa cena. #prontofalei

Anúncios

Frame: Mamma Mia!

Este blog teve a honra de ser convidado para uma pré-estreia de Mamma Mia!, um musical que, cá entre nós, conheço muito bem.

Além de ter assistido a inúmeras vezes a versão de Meryl Streep,

também vi o espetáculo em Londres em 2009,  20 anos após a estreia.

Por isso, confesso que estava com um pouco de  medo da versão brasileira, mesmo conhecendo a expertise da T4F em importar e produzir aclamadas peças  da Broadway.

Bobagem, minha gente!!

Mesmo com músicas em português (o bis é em inglês), o espetáculo é MUITO divertido.   Kiara Sasso e Saulo Vasconcellos não decepcionam nem um pouco nos papéis de Donna e Sam Carmichael, respectivamente.

Rachel Ripani (ótima surpresa!) e Andrezza Massei fazem as amigas de Donna e também não ficam devendo às parcerias de Meryl (e olha que uma delas era a fabulosa Christine Baranski).

Te dou uma dica?

Se você gosta de Abba ou simplesmente quer se divertir, Mamma Mia! é aposta certa!

PS1: O espetáculo no Teatro Abril estreia no próximo dia 11/11.

PS2:   Já falamos sobre Mamma Mia! aqui.

PS3: Quem gosta de Abba também TEM que assistir essa cena de O Casamento de Muriel.

PS4: Leia mais sobre o espetáculo aqui.

Frame: Trilha Sonora

A minha coleção de DVDs cresceu tanto que fui obrigada a reorganizar toda a casa. Ela só não é maior que a pilha de CDs.

Olhando aquela bagunça, percebi que a minha vida seria triste demais sem música. Sou aquela pessoa que gosta de cantarolar por aí, que adora shows e que completa frases dos outros com uma canção…

Acho que, no final, a música é mais fundamental na minha vida do que o cinema

Mais:  alguns filmes e cenas perderiam o sentido ou seriam menos emocionantes sem aquela trilha.

Durante o meu File Day, separei as trilhas que vocês TÊM que conhecer.

As duas primeiras são aquelas que escuto quando estou ligada no 220 ou quando quero espantar a tristeza e o mau humor.

A Noviça Rebelde é uma receita de família…

… e Mamma Mia foi adicionado nos últimos anos, embora Abba já fizesse parte da minha vida.

Com essa mesma vibe, mas não tão intensa, tem a trilha de Noiva em Fuga (em especial, You Can’t Hurry Love / Dixie Chicks), …

 … Mensagem para Você (The Puppy Song / Harry Nilson) …

… e Como Perder um Homem Em Dez Dias (Follow You DownGin Blossoms

Kiss Me / Sixpense None The Richer)

Tem as mais românticas, como a trilha de Um Lugar Chamado Notting Hill (You’ve Got a Way /Shania Twain), …

… da Bridget Jones (Stop, Look, Listen / Diana Ross & Marvin Gaye),…

Sabrina (How Can I remember / Michael Dees), …

Ray (You Don’t Know Me)…

… e, pasmem!, Crepúsculo ( Flightless Bird. American Mouth / Iron & Wine)

E tem ainda os Prozac Songs, como a trilha de Falando de Amor (Why does it hurt do bad/ Whitney Houston e… 

It Hurts Like Hell / Aretha Franklin)…

e Simplesmente Amor. Mesmo com Christmas All Around, Here With Me e All I want for X-Mas, quem arrasa mesmo é a Joni Mitchell com  Both Sides Now.

PS1: Esses foram somente alguns exemplos de trilhas que tenho em casa. Aqui no blog já falei de outras, como a do Top Gun , Ruas de Fogo, Vida Bandida, De-Lovely, Uma Secretária de Futuro, Austin Powers, Letra e Música e  500 Dias com Ela.  

PS2: Às vezes eu ente nem consigo enxergar a trilha toda por causa de uma música.   É o caso de Quanto Mais Idiota Melhor, The Wonders, De Repente é Amor,Quem Vai Ficar com MaryUm Beijo Roubado e  O Casamento do Meu Melhor Amigo.

 PS3: Eu lembro quando You Don’t know Me passou no trailer de Ray… Meu coração parou e  eu fiquei completamente obcecada. A melhor versão, porém, é o dueto dele com a Diana Krall.

PS4: O CD de Crepúsculo foi um ótimo presente de Karina e Rachel. Obrigada mil vezes!!

PS5: Ultimamente a trilha de Glee entrou no rol das músicas para ser feliz.

PS6: Qual a sua trilha favorita?

O Casamento de Muriel por Melhor Playback

Muriel_s_Wedding__1994_-fanart_poster

Não é qualquer um que segura Waterloo:

PS1: Pense duas vezes antes de falar mal da Austrália. É de lá O Casamento de Muriel, clássico das comédias românticas produzido em 1994 e com Toni Collette, 18 quilos mais gorda, e Rachel Griffiths, do Brothers & Sisters, no elenco.

PS2: Esse filme está em cartaz no Telecine Light. Confirma a programação.

PS3: Ok, ok, a gente sente um pouquinho de vergonha alheia. É um daqueles momentos ‘Eu gosto mas tenho vergonha’.

PS4:  Merecia também por Melhor Cocotas?