Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2 por Melhor Lição e Melhor Retorno

Para mim, a principal qualidade de Harry Potter é a lealdade – não só aos amigos Hermione e Ron mas também a Dumbledore.

No filme, seja com o finado Richard Harris ou com Michael Gambon, o Headmaster de Hogwarts sempre chamou a  atenção pelas suas habilidades mas também pelas suas tiradas sábias e, muitas vezes, também cômicas.

No último episódio da saga não poderia ser diferente. Na rápida participação, Dumbledore cravou:

Do not pity the dead, Harry. Pity the living and above all, those who live without love.

Aliás, a lealdade está em  praticamente todas as cenas de Harry Potter e As Relíquias da Morte.  O retorno de Harry a Hogwarts é uma das cenas mais emocionantes:

Se você ainda não viu, corre pro cinema. Harry Potter e As Relíquias da Morte – Parte 2 vale cada centavo de real.

Anúncios

Intervalo: Erros divertidos em filmes

Veja os erros de filmagem em Preciosa, Intriga Internacional, O Gladiador, Harry Potter e a Câmera Secreta ,  Piratas do Caribe, Pearl Harbor, Star WarsA Glória de um Covarde.

 

Yeah, ok!

Perfume – A História de um Assassino por Melhor Praga

Perfume (2006) é um filme belo. Sem grandes surpresas. Mas, uma frase carregada de profundo ódio chamou minha atenção. Os posts de melhor frase são especialidades da Tati, que as conhece de cor, mas eu resolvi arriscar.

A frase em questão é, na verdade, uma praga. E praga tem que ser assim, tem que deixar qualquer um com medo só de ouvir. Tem que fazer a pessoa se arrepender da própria existência. O ator Alan Rickman (btw, ótimo e já muito comentado por aqui) passa ódio sem precisar alterar nem um tom a voz.

“Very well, but remember this… I’ll be looking at you when you’re laid on the cross and the twelve blows are crashing down on your limbs. When the crowd is finally tired of your screams and wandered home, I will climb up through your blood and sit beside you. I will look deep into your eyes… and drop by drop I will trickle my disgust into them like burning acid until… finally… you perish.”

Minha tradução (perdoem). Pensa naquela pessoa que te fez mal e vai.

“Muito bem, mas lembre-se … Eu estarei olhando você deitado na cruz quando os doze golpes esmagarem seus membros. Quando a multidão finalmente se cansar dos seus gritos e for para casa, eu vou subir entre seu sangue e me sentar ao seu lado. Vou olhar profundamente em seus olhos … e vou despejar gota a gota meu nojo dentro deles como ácido até que…  finalmente…você pereça.”

Para não estragar o prazer de ver o filme com malditos spoilers, vá direto para o minuto 2:51 do vídeo e veja a cena que ele pronuncia a praga.

PS1:  Como pode? Ele é o infame xerife de Nottingham em Robin Hood (1991)!?
Af…

Todo mundo tem um passado condenável!

PS2:  Btw, alguém viu a versão Hood do Ridley Scott?

ps3: Perfume foi dirigido pro Tom Tykwe. Sim, você conhece ele.  Ele dirigiu e escreveu Corra, Lola, corra.

abraços,

@abelardobarbosa

Alice por Melhor Frase

 

Ontem fui ver Alice no iMax e vou ter que repetir as sábias palavras da velhinha que sentou ao meu lado:

QUE ENRASCADA, ALICE!!

O filme é uma delícia!!

Saí do cinema pensando nesse post. Juro que tentei não chover no molhado e simplesmente dizer que adoro o Tim Burton

ou que acho a Helena e o Johnny excepcionais!!

Todo mundo sabe disso, certo?

Então, resolvi contar que fiquei um bom tempo enfeitiçada por Alice e por algumas frases do filme. São elas: 

1) O otimismo certeiro do louco mas sábio Chapeleiro que diz que algo é impossível:

Only if you believe it is.

2) No coração partido e honesto do Gato Risonho quando devolve o chapéu do Chapeleiro:

Goodbye, beautiful hat.

3) Na carente Rainha Vermelha dizendo:

It is far better to be feared than loved.

4) O Absolem, com aquele maravilhoso sotaque do Alan Rickman, dividindo sua sabedoria:

I can’t help you if you don’t even know who you are, stupid girl.

5) E Alice, claro, confessando:

Sometimes I’ve believed as many as six impossible things before breakfast.

PS1: Tô viciada também na música da Avril Lavigne. Tá no blip mas também aqui:

PS2: E você? O que mais gostou em Alice?

Razão e Sensibilidade por Melhor Declaração

Não precisa complicar. Poucas palavras bastam.

At Norland my behaviour was very wrong. But I  convinced myself you felt only friendship for me and it was my heart alone that I was risking. I have come with no expectations. Only to profess, now that I am at liberty to  do so, that my heart is and always will be yours.

PS1: Com roteiro de Emma Thompson e direção de Ang Lee, a novela de Jane Austen apresenta uma Kate Winslet e um Hugh Grant bem novinhos, além de um Alan Rickman quase galã…

… e um Hugh Laurie irresistivelmente resmungão e irônico.

PS2: Aliás, quem me conhece já sabe, mas eu resolvi GRITAR PARA TODO MUNDO OUVIR que eu amo o House Hugh Laurie.

É tanto que eu perdoei a fase Stuart Little

… porque há coisas muito melhores a serem celebradas – da participação em Friends…  

… ao sucesso merecido de House,…

… que deixa claro não só que ele está envelhecendo muito bem como está cada vez mais talentoso (o primeiro capítulo da 6ª temporada é imbatível!!!)

PS3: Para a Wish List: a edição de luxo de Razão e Sensibilidade à venda na Livraria Cultura.

Frame: Alice no País das Maravilhas

Entre uma indicação e outra, eu decidi criar outras categorias.

A primeira delas é essa aqui, com notícias que eu PRECISO compartilhar com o mundo.

É o caso do novo teaser de Alice no País das Maravilhas, clássico de Lewis Carroll adaptado pelo Tim Burton.

alice_no_pais_das_maravilhas

No elenco, Helena Bonham Carter  (Rainha Vermelha), Anne Hathaway (Rainha Branca), Alan Rickman (Lagarta) e Johnny Depp (Chapeleiro Maluco).

Preparado?

Estreia: 05/03/2010.

 

O Guia do Mochileiros das Galáxias por Melhor Frase

06

Esse filme me dá preguiça mesmo tendo o John Malkovich e o Alan ‘Snape’ Rickman no elenco. 

É preciso reconhecer, porém, que essa frase é sensacional:

I’d much rather be happy than right any day.