Paixão, Cinema e Glória

Desde que me mudei, admiro a vizinha do 3º andar. Sempre elegante, com vestido engomado, salto anabella,  cabelo impecável, perfume e maquiagem na medida certa. Para cada saudação, um sorriso e um aceno; caminha com a cabeça erguida, com passos lentos e firmes. Nas suas mãos, a bengala vira um acessório,  que completa o figurino de uma Dama.

Hoje, saindo para almoçar, avistei-a atravessando a rua e não resisti.  Ofereci meu braço à Elegante Dama.

Onde a senhora vai? Posso acompanhá-la até lá.

Vou até o café comprar pão de queijo para o André [porteiro]. Ele trabalhou tanto, merece fazer um lanchinho gostoso. Depois vou almoçar. Sabe, já tenho até mesa cativa naquele restaurante.

Então, acompanho a senhora até o café, depois a deixo no restaurante e levo a encomenda para o André. Estamos combinadas?

Se não for te atrapalhar, eu agradeço.  Você não sabe como me ajudaria. Tenho me cansado muito.

Como a senhora tem passado?

Hoje estou bem, mas há 3 dias dei um susto na minha família, o que foi bem feito porque eles tinham esquecido um pouco de mim. Imagine você que me levaram até para o hospital. Os médicos fizeram vários exames (os de hoje precisam de tudo isso) e  no fim não disseram nada de novo: não tenho nada grave, mas umas coisinhas aqui e ali, típicas de quem tem 88 anos. Mas agora já estou bem. Você gosta de cinema?

Sim, adoro.

Eu também. Hoje é uma grande noite, né? Eu adoro o Oscar. Assisti todos os filmes – pelo menos, os que já estrearam. E sempre fico acordada  até o último minuto.

Tem um favorito?

O Artista, porque cinema é isso – é criatividade, é emoção. Mas eu também acho que a gente precisa dar chance para as novas gerações. Por exemplo, a  Meryl Streep. Ela já ganhou, já foi indicada tantas vezes…

Mas a senhora não gostou dela nesse filme? Aliás, qual o nome da senhora?

Glória. Meu nome é Maria da Glória, mas Glória é como todo mundo me chama. É mais curto, mais rápido.

Gostei. Mas, sinceramente, gostei mais da Glenn Close naquele Alberts Nobbs. Ela está fantástica.

Sim, é verdade. Quem tem chance de levar é a Michelle Williams, que fez a Marilyn. Pelo menos, ela levou o Globo de Ouro.

Esse eu não assisti, porque ainda não estreou. Mas vi que ela está muito parecida. A história da Marilyn é comovente. Ela era muito menina. Quando alcançou a glória, me desculpe o trocadilho, não aguentou, não tinha estrutura uma pena.

Bom, eu fico por aqui. Depois conversamos sobre o resultado do Oscar. Até logo, minha querida. 

 

Até logo. Glória.

Frame: 20 filmes para ficar de olho

20. Tudo Pelo Poder

Sem estrear, The Ides of March, ou Tudo pelo Poder, já ganhou indicação nesse blog (veja aqui). Os cinéfilos também  apostam que Ryan e George estão garantidos na corrida pelo Oscar. Sorte de que quem pode aproveitar a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e não precisa segurar a ansiedade até a estreia oficial.

19. Os Vingadores

Nem precisa explicar, certo?

18.  J. Edgard

Será que é dessa vez, Leo?

17. Um Dia

Só um aviso: leia antes o livro de David Nicholls.

16. A Dangerous Method

Que trio! Viggo, Fassbender e Keira são, respectivamente, Sigmund Freud, Carl Jung e Sabina Spielrein.

15. Coriolanus

A estreia de Ralph Fiennes como diretor.  E repare no elenco.

14.  Albert Nobbs

Para aqueles que achavam que Glenn Close estava esquecida em Damages

13. The Rum Diary

Sem desmerecer a dobradinha com Tim Burton ou Jack Sparrow, é bom ver  Johnny Depp em um papel contemporâneo – ainda mais, ao lado de Aaron Eckhart, Richard Jenkins e Giovanni Ribisi.

12.  My Week With Marilyn

Nem que seja só para criticar a Michelle Williams.

11. War Horse

A peça de teatro é bem famosa. O filme, produzido por Spielberg, promete ser tão emocionante quanto.

10. The Descendants

Oh, George…

9. Warriors

Este filme colocou Tom Hardy no radar dos críticos e ainda ressuscitou Nick Nolte.

8. Margin Call

Kevin Spacey, Stanley Tucci, Paul Bettany, Jeremy Irons…você precisa de mais algum motivo?

7.  Drive

Porque  Ryan Gosling é o cara!

6. Martha Marcy May Marlene

Esqueça as gêmeas Olsen. Quem brilha na família agora é Elizabeth Olsen.

5. O Abrigo

Depois de Revolutionary Road, Michael Shannon interpreta mais um excêntrico ou lunático. A atuação dele e de Jessica Chastain, de A Árvore da Vida, têm sido bem elogiada.

4. 50/50

Fofiiiiinho…

3. Amanhecer Parte 1

Quem eu estou querendo enganar?

2. Shame

Boa repercussão e um colírio, né?

1. Tinker Taylor Soldier Spy

Oh, be Sirius…é o Gary Oldman.