Aconteceu Naquela Noite por Melhor Pedido de Carona

Após meses (vergonhosamente assumo) sem colocar meus indicados nesse blog que amo tanto, retorno. Dessa vez sem promessas, mas com vontade de contribuir mais. Meu gosto cinematográfico tem mudado, deixei as novidades para a Pref e cai na tendência apontada pela Academia nesse ano, uma volta ao cinema clássico anos 20 e 30.

Aconteceu Naquela Noite (1934) é um daqueles filmes para você dormir tranquilo. Você não vai gargalhar e também não vai chorar rios e essa é sim uma excelente qualidade.Você sabe o final assim que é apresentado aos protagonistas e o que vai acontecer daquela velha equação que sempre funciona na telona ou na vida: Mocinho rejeita mocinha, que rejeita mocinho e no meio das rusgas acabam encontrando aquela faísca que faz o coração bater mais forte um pelo outro. O filme mostra um  Clark Gable menos garboso, mais orelhudo e menos canastrão que em E  O Vento Levou (1939). É dele e de Claudette Colbert (e muito graças as suas pernas) a indicação pela cena abaixo.

Aconteceu Naquela Noite  arrematou 5 Oscars incluindo Filme, Ator e Atriz.

Bjos,

Filipe

Inimigos Públicos por Melhor Declaração

Droga, eu vou ter que admitir….eu estou NOVAMENTE PERDIDAMENTE APAIXONADA pelo Johnny Depp.

Eu demorei para ver Inimigos Públicos, eu sei. The fact is, além de ótimo filme, tudo que eu queria era aquele homem dizendo:

I like baseball, movies, good clothes, whiskey, fast cars… and you. What else you need to know?

PS1: Aprendam como se faz, boys!

PS2: E pensar que tudo começou com Anjos da Lei.

PS3: Provocações à parte, Inimigos Públicos trata da caçada a John Dilinger, o assaltante de bancos que se tornou o bandido mais procurado dos Estados Unidos nos anos 30. A ficha dele está disponível até hoje no site do FBI.

PS4: É claro que o Johnny Depp (não vou comentar todos os atributos dele) engole todo mundo, principalmente o Christian Bale. O elenco tem ainda a fofa Marion Cottillard, um quase irreconhecível  Billy Crudup, o talentoso Giovanni Ribisi e um Stephen Dorff, renascido das cinzas.

PS5: Eu vou ter que fazer (mais) um parênteses para dizer que, ainda que reconheça o talento do Giovanni Ribisi, ele sempre será o irmão da Phoebe para mim.

PS6: A direção é do Michael Mann, de Colateral e O Informante.

PS7: Vamos ao trailer: