Ela Vai Ter um Bebê por Melhores Constatações

Ok. Ela Vai Ter um Bebê não é o melhor filme de John Hughes, mas em 1988 ele já sabia das coisas. As brilhantes constatações do filme continuam valendo até hoje. Primeiro sobre o casamento.

“Wilt thou, Jefferson, have this woman to be thy wedded wife? Wilt thou comfort and keep her in sickness and in health? Wilt thou provide her with credit cards and a 4 bedroom 2 and a half bath house with central air and professional decorating, aMercedes Benz, and 2 weeks in the Bahamas every spring? Wilt thou try to remember the little things that mean so much, like flowers on her anniversary, a kind word when she’s had a rough day, an occasional “you look pretty today?” Wilt thou be understanding when she’s tired, headachy or upset about something. Wilt thou try not to be such a pig when thou shave and shower. Wilt thou listen patiently to long stories about kids, clothes, and decorator checkbook covers?”

“I will.”

Depois sobre a maturidade das pessoas.

“He’s too young and he’s too immature. She’s a golddigger.”
“There’s little or no gold to be dug. He’s plenty old and people don’t mature anymore. They stay jackasses all their lives.

O que mudou foi o Alec Baldwin e o Kevin Bacon.

Antes…

E Depois. wow!

Abs, Filipe

As Bruxas de Eastwick por Melhor Fora

Esse fora poderia ser um insulto, se Cher não tivesse emprestado toda a sua classe. D-I-V-A.

I think… no, I am positive… that you are the most unattractive man I have ever met in my entire life. You know, in the short time we’ve been together, you have demonstrated EVERY loathsome characteristic of the male personality and even discovered a few new ones. You are physically repulsive, intellectually retarded, you’re morally reprehensible, vulgar, insensitive, selfish, stupid, you have no taste, a lousy sense of humor and you smell. You’re not even interesting enough to make me sick.

PS:  Já falamos desse filme aqui.

Sem Licença para Dirigir por Melhor Aula

Esse filme é um clássico dos anos 80 e da Sessão da Tarde!!

Nem uma versão tosca é capaz de estragar a melhor cena:

Weeeell, Mr Anderson…

Heather Graham tinha 22/23 anos quando filmou Sem Licença para Dirigir. Ela era a Mercedes Lane.

PS1: No youtube, é possível encontrar uma versão resumida e dublada de Sem Licença para Dirigir.

PS2: O nome desse filme em Portugal é Identificação para Pilotar.

PS3: O trailer de 88:

Um príncipe em Nova York por Melhor Figurante

Nessas minhas merecidas  férias tive o prazer de rever o eterno sessão da tarde  Um Principe em Nova York (Coming to america, 1988) e minha surpresa foi identificar um aclamado ator como mero figurante.

Cuba Godding Jr. “interpreta” o garoto que está cortando o cabelo em uma das cenas (Boy Getting Haircut – é assim que aparece nos créditos). BTW, ele estava precisando mesmo de um corte de cabelo. Dá uma reparada no look do rapá.

A interpretação do moço limita-se  apenas a ficar parado olhando para a câmera, e  ele nem se quer disfarça as risadas das piadas contadas pelos personagens interpretados por Eddie Murphy. Infelizmente, só achei essa versão da cena com dublagem esquisita.

Um príncipe em Nova York é  um clássico da década de 80 do diretor John Landis , que tem outros sessão da tarde na carreira. Diversão garantida.

Na época, Eddie Murphy fazia um estrondoso sucesso interpretando vários personagens no mesmo filme. É também o primeiro filme nas telonas da vida de Cuba, mas não o primeiro, ele já havia feito pontas em séries de tv.

Outra participação especial no mesmo filme, é do Sr.Samuel L Jackson (comentado no post anterior). Veja abaixo:

abs,

@abelardobarbosa

Apertem os cintos, o piloto sumiu! por Melhor Frase

Mais uma homenagem ao saudoso Leslie Nielsen (veja a outra aqui).

And don’t call me Shirley.

Negócio Arriscado por Melhor Dança

Quem diria que, 27 anos depois, esse homem estaria me seguindo no twitter…

Essa cena não só impulsionou a carreira do Tom (é, nós somos íntimos agora) como virou um clássico. E todo clássico tem as suas paródias…

Destaco aqui Alf – O ETeimoso, …

…o mordomo Niles, em The Nanny, ….

… os idiotas do Scrubs

…E até o comercial do Guitar Hero, com o Phelps e o Kobe Bryant, …

… com a Heidi

… e até com o Metallica.

Nhé!

O Segredo do Abismo por Melhor Ressuscitação

É bom você saber:

  1. Adoro comentários, LIKEs e RTs.
  2. Adoro quando os amigos participam do blog.
  3. Adoro quando blogueiros poderosos (e por que não novos amigos?) também participam do blog.

E é com esse espírito (to fazendo a dança da vitória aqui), que eu apresento para vocês o post do Carlos Eduardo Bacellar, do Doidos por Cinema.

Check it out:

Estava curtindo hoje  O Segredo do Abismo (1989), do James Cameron. Uma sequência chamou minha atenção, e acabei me lembrando do seu blog.

Não resisti à dica…

Melhor cena de ressuscitação : Bud Brigman (Ed Harris) trazendo Lindsey Brigman (Mary Elizabeth Mastrantonio) de volta à vida, depois de um free dive enlouquecido em águas gélidas que levaram a mulher a um quadro de hipotermia.

PS1:  Ah, meu caro, CEB, continue não resistindo.  😛

Frame: Remake

Aqui e no exterior. Os remakes estão na moda.  E ontem eu quase caí da poltrona do cinema, quando vi o trailer do novo Esquadrão Classe A.

Caramba, minha gente!! Quantas lembranças!!

A lembrança que tenho de Esquadrão Classe A é muito boa, aquela coisa de família reunida para ver as aventuras mirabolantes de 4 ex-combatentes do Vietnã que passam a lidar com os mais diferentes casos no submundo de Los Angeles.

Em 2010, Esquadrão Classe A chega aos cinemas, com Liam Neeson, Bradley Cooper e Jessica Biel no elenco.  Quer ver o trailer?

PS1: Esse é o antigo Esquadrão Classe A

e esse é o novo.

PS2: Esquadrão Classe A passava no SBT e chegou a ganhar um Troféu Imprensa, em 1984, por melhor seriado.

PS3: Como viram na foto, o papel do coronel John Hannibal Smith será de Liam Neeson.

Anteriormente, foi de George Peppard, …

…que fez par romântico com a Audrey em Bonequinha de Luxo.

PS5: O último episódio de Esquadrão Classe A foi ao ar em 1987, após 5 anos e 94 episódios.

PS6: No exterior, a série foi indicada ao Emmy, mas levou mesmo um People’s Choice Awards em 1984.

Batman por Melhor Pergunta

Eu sei que o Heath Ledger arrebentou a boca do balão como Coringa, mas é do Jack a frase:

Você já dançou com o diabo à luz do luar?

De novo:

Have you ever danced with the devil by the pale moonlight?

E alguém esquece dessa risada? (ou desse moribundo?)

PS1: Quer ter uma foto do Coringa do Jack na sua casa?

Basta adquirir no fine art america por US$ 18,5.

PS2: Aliás, para quem não sabe, esse primeiro Batman, lançado em 1989, tem a assinatura de ninguém menos do que Tim Burton.

Batman O Retorno, de 1992, também é dele.

Entre Dois Amores por Melhor DR e Melhor Poema

Isso é uma DR de alto nível…

Karen: Why is your freedom more important than mine?

Denys: It isn’t and and I’ve never interfered with your freedom.

Karen: No. I’m not allowed to need you. Or rely on you or expect anything from you.

I’m free to leave.But I do need you.

Denys: You don’t need me.  If I die, will you die? You don’t need me.You’re confused. You’ve mixed up need with want. You always have.

Karen: My God. In the world that you would make, there would be no love at all.

Denys: Or the best kind. The kind we wouldn’t have to prove.

Karen: You’ll be living on the moon then.

Denys: Why? Because I won’t do it your way? Are we assuming there’s one proper way to do all this? Do you think I care about Felicity? Do you think I’ll be involved with her?

Karen: No.

Denys: Then there’s no reason for this.

Karen: If she’s not important… why won’t you give it up? I have learned a thing

that you haven’t.  There are some things worth having… but they come at a price,

and I want to be one of them. I won’t allow it.

Denys: You have no idea the effect that this language has on me.

Karen: I used to think that there was nothing that you really wanted…but that’s not it, is it?

You want to have it all.

Denys: I’m going (…) and she can come or not.

Karen: Then you’ll be living elsewhere.

CLAP! CLAP! CLAP!

E tem ainda o poema (se você não viu o filme, não veja esse trecho), de A.E. Housman:

Em inglês:

“The time you won your town the race /We chaired you through the market-place; /Man and boy stood cheering by, /And home we brought you shoulder-high…

Smart lad, to slip betimes away /From fields where glory does not stay /And early though the laurel grows /It withers quicker than the rose…

Now you will not swell the rout /Of lads that wore their honours out, /Runners whom renown outran /And the name died before the man…

And round that early-laurelled head /Will flock to gaze the strengthless dead, /And find unwithered on its curls /The garland briefer than a girl’s”.

Now take back the soul of Denys George Finch Hatton, whom You have shared with us. He brought us joy…we loved him well. / He was not ours. / He was not mine.

Em português:

 “Quando o corredor entrou na cidade vencedor, nós saudamos o desfilar da sua vitória. Homens e meninos em euforia, ao carregálo para casa em ombros de alegria. Jovem inteligente, que se foi rapidamente dos campos onde a glória não dura para sempre.

E embora o louro como temporão cresce, antes de uma rosa fenece. Agora não  mais pertence ao grupo dos jovens cuja honra se acabaria. Corredores cuja fama os superara e o nome morrera antes do homem.

Os galhos de louro temporão em círculo juntar-se-ão  para a morte inerte admirar e em suas dobras encontrar incólume uma grinalda tão efêmera quanto a de uma menina”.

Agora receba de volta a alma de Denys George Finch Hatton, que conosco repartiste. Ele nos trouxe alegria. E o amamos muito. Ele não era nosso. Ele não era meu.

PS1: Meryl e Bob estavam tão lindos nesse filme, né?

PS2: Entre Dois Amores causou no Oscar, levando 7 estatuetas, incluindo melhor diretor (Sidney Pollack) e melhor filme.