Quizz: Qual o seu filme infantojuvenil favorito?

Nesta semana, confie em mim, todo mundo só vai falar em dois assuntos: Copa e Eclipse.

Confesso: já li os quatro livros, respeito Stephenie Meyer, tenho minhas reservas em relação a Kristen Stewart e também estou superansiosa  pelo terceiro filme da saga Twilight.

E é da comoção em volta da premiere, dos fãs acampados nos EUA e da loucura para comprar ingressos no Brasil, que veio a ideia desse  post:

QUAL  O  MELHOR  FILME  INFANTOJUVENIL  DE  TODOS  OS  TEMPOS?

 

Vamos aos indicados:

 

 10. Saga Crepúsculo.

 

Não seriam Edward, Bella e Jacob o melhor triângulo amoroso de todos os tempos?

 

9. Harry Potter

Não foi Stephanie Meyer, mas J.K.Rowling quem trouxe a magia (ã? ã? ã?) de volta a essa chata (trouxa?) vida adulta.

 

8. Goonies

Quem viu esse filme do Spielberg nunca esqueceu dessa turma. Estou errada?

 

 

7. As Patricinhas de Beverly Hills.

As patricinhas, coitadas, tiveram um triste fim. Duas sumiram e a outra morreu tragicamente. 

Mesmo assim, anos atrás, elas causaram com uma história bonitinha, mas muito ingênua para os dias de hoje.

 

 

6. Esqueceram de Mim.

Vai negar que esse filme também ocupa um lugar especial no seu coração?

 

 

5. Sem Licença para Dirigir.

Clássico da Sessão da Tarde, esse filme conta a história do adolescente que, mesmo sem carta de motorista, rouba o carro do pai para impressionar uma garota.

 

 

4. Karatê Kid

Esqueça essa nova versão do Jackie Chan e do Jaden Smith. Nós gostamos é do Daniel Larusso, adolescente chato, muito chato, que vira campeão de karatê e ainda ganha a gatinha.

 

 

3. Quatro Amigas e um Jeans Viajante

Dá vontade de sair procurando por essa calça mágica e reunir as amigas, não dá?

 

 

2. High School Musical

Teria Glee surgido em nossas vidas se não fosse o sucesso de HSM?

 

 

1. NDA

Como todo vestibular, neste quizz também existe a opção: “Nenhuma das Anteriores”.

—-

Mãos à obra, então!

Qual o seu filme infantojuvenil preferido?

Confira o meu nas respostas.

Anúncios

Amor e Outros Desastres por Melhor Explicação

Eu não sei qual é a melhor explicação: a da melhor amiga para o amor…

Stop living your life like you’re in some kind of movie. (…) Stop trying to cast your love instead of just meeting him. (…)  Love isn’t always a lightning bolt, you know? Maybe sometimes it’s just a choice. (…)  I don’t know that Paolo’s the love of my life, but I’ve decided to give him the chance to be. Maybe true love is a decision. You know, a decision to take a chance with somebody. To give to somebody. Without worrying wether they’ll give anything back. Or if they’re gonna hurt you, or if they really are the one. Maybe love isn’t something that happens to you. Maybe it’s something you have to choose.

… ou a da terapeuta para relacionamento.

The stages of a relationship can be defined by farting. Stage one is the conspiracy of silence. This is a fantasy period where both parties pretend that they have no bodily waste. This illusion is very quickly shattered by that first shy, “Ooh, did you fart,” followed by the sheepish admission of truth. This heralds a period of deeper intimacy. A period I like to call the “Fart Honeymoon”, where both parties find each other’s gas just the cutest thing in the world. But, of course, no honeymoon can last forever. And so we reach the critical fork in the fart. Either the fart loses its power to amuse and embarrass thereby signifying true love, or else it begins to annoy and disgust, thereby symbolizing all that is blocked and rancid in the formerly beloved. Do you see what I’m getting at?

PS1: A Brittany Murphy, que fez  As Patricinhas de Beverly Hills, estava  cada dia mais bonita. Faleceu hoje, 20/12, aparentemente de parada cardíaca.  

ps2: Eu adoro o Matthew Rhys, também conhecido com Kevin, de B&S. Ele é o meu Walker preferido.