O Voo do Dragão por Melhor Estalo, Melhor Careta e Melhor Encontro

Não importa se você é ligado ou não em artes marciais. Tenho 100% de certeza que você sabe quem é Bruce Lee, você sabe que ele é o mestre dos mestres e que, mesmo tendo se passado 37 anos após a sua morte, ninguém ainda foi capaz de superá-lo.

Talvez você não saiba que o Bruce:

1. também era o mestre dos estalos. E que estilo!!!! Além de uma flexibilidade invejável, ele estalava todo os ossos do corpo com um movimento sutil de força que ressaltava toda a sua musculatura.

2. fazia as MELHORES caretas durante as lutas: de não-tô-nem-aí, de perverso, de tá-difícil, tá-fácil, pega-essa…

3. teve em O voo do Dragão o melhor encontro de todos os seus filmes. Deu uma surra gos-to-sa no bobalhão do Chuck  Norris em pleno Coliseu, de Roma. Histórico!!!  

PS1: Sim, eu posso chamar o Bruce Lee de Bruce, porque nossa relação é muito antiga. O menino meu irmão me apresentou aos filmes dele quando era pequena. Até a biografia eu já li. Além de saber que Bruce era um grande dançarino, nunca esqueci um dos seus ensinamentos: “Covarde não é aquele que evita um combate; covarde é aquele que, mesmo sabendo que é superior, luta e fere o mais fraco“. Gostou? Não, eu não copiei de nenhum lugar. Eu sei de cor.

PS2: Eu me sinto mais próxima de Bruce sempre que estalo um dedo, punho ou o pescoço. É nóis, Bruce!!!

PS3: Eu seria capaz de imitar os gritinhos, mas tenho vergonha.  

PS4: Eu gosto quando mostra o gatinho entediado com a luta (3’55’), mas aposto que no final ele fechou os olhinhos de vergonha do Chuck Norris.

PS5: Aliás, ele fatura até hoje a amizade com o Bruce.

PS6: Quando o Brandon Lee, filho do mestre, morreu, eu também fiquei nude.

PS7: Se você também gosta do Bruce, vale visitar o blog Bruce Lee Brasil.

PS8: A Americanas.com tem A Coleção do Mestre.

PS9: Como não poderia deixar de ser, esse post é dedicado ao meu irmão, meu mestre, O  Menino.

Anúncios

Wishlist: Poster

Hoje eu vou inaugurar uma nova categoria: a WishList. Quem gosta de filme normalmente gosta de trilha sonoras, poster, livros sobre os tema e todas as outras peças que remetam a esse universo ou a seu filme preferido. Infelizmente nem sempre é possível adquiri-la (quem nunca teve problema com $$ e espaço que atire a primeira pedra!!!), mas o que vale é a troca de experiência e dicas, certo?

Desde a adolescência, eu adoro pôster. Tive vários colados na parede do meu quarto e hoje, mais comedida, tenho cinco em casa: E O Vento Levou, My Fair Lady, Bonequinha de Luxo, Moulin Rouge e Cantando na Chuva.  Como meu espaço é pequeno, eu transformei calendários em  miniquadros e, posso dizer, estou beeem satisfeita com o resultado (e com a reãção das pessoas). Veja só um exemplo:

 Na onda de Alice e fã do Tim Burton, confesso que fiquei dor no coração por não ter uma bela sala de TV para que pudesse exibir esse lindo poster do Chapeleiro Louco.

 

À venda na FNAC por R$ 26,99, o pôster de Alice é mais alegre, mas não mais bonito que o de Edward Mãos de Tesoura.

 

Fãs da Audrey  

e do Star Wars também não vão se decepcionar com o acervo da Fnac.

 

A Americanas.com possui opções mais baratas e em PB. Com paciência, é possível encontrar uma ou outra  coisa que valha a pena.  

Eu, particularmente, acho que vale investir um pouco mais para ter um clássico e  um dos melhores acervos que encontrei é a Casa do Poster, de Santos, que vende pela internet e tem clássicos como Operação Dragão,

Vertigo

e Curtindo a Vida Adoidado.

 

Quem me surpreendeu foi a Wall Street Poster. As opções no site não se limitam àquelas expostas nos shoppings e são até mais baratas que a da FNAC.  Os fãs do Tarantino e de Pulp Fiction

                                      

e do Al Pacino/Scarface vão ficar satisfeitos.

 

 O melhor lugar, porém, é o art.com. Os melhores posteres e retratos estão, sem dúvida alguma,  lá. Conto um segredo? Eu até me perco…

    

   

E você? Tem poster em casa? Qual é o seu preferido?