The Way por Melhor Frase

E enquanto todo mundo fala das confusões do Charlie Sheen, seu irmão Emilio ressurge das cinzas. É dele o roteiro e a direção de The Way, filme que tem papi Martin como protagonista.

The Way conta a história de um pai que vai buscar na França o corpo do filho, que se preparava para o Caminho de Santiago. O filme não vale um Oscar, mas são 115 minutos de uma boa interpretação do Presidente Bartley, belas paisagens e algumas situações  que valem uma boa reflexão, como a seguinte frase, que não me saiu mais da cabeça.  

You don’t choose a life, dad. You live one.

 

Gostou? Então veja o trailer:

 

PS: The Way estreia amanhã, 07/10, nos EUA.

PS2:  Visite as páginas oficiais do filme – site, facebook e twitter.

Anúncios

Wishlist: Jogo Curtindo a Vida Adoidado

O designer e ilustrador  argentino Maxim Dalton criou um jogo de tabuleiro baseado em um de nossos filmes preferidos: Curtindo a Vida Adoidado. É um Jogo da Vida, só que baseado naquele dia em que Ferris Bueller resolve matar aula com seus amigos. Que tal viver novamente todas as emoções dele!? Cantar  em uma Parade!? Visitar o art Institute de Chicago!? Comer no restaurante mais caro da cidade!?

Queremos!

Dica da Miros.

Abs,

@abelardobarbosa

Frame: Amanhecer Violento

Mais um remake deve chegar às telas em 2011. O filme de John Milius, de 84,  com Patrick Swayze, Charlie SheenJennifer Grey, traz a nova geração (quase desconhecida) de Hollywood, encabeçada por Jeffrey Dean Morgan.

A foto acima do elenco, e da qual Morgan não participa, traz Alyssa Diaz, (?), Adrienne Palicki, Chris Hemsworth (o Thor), Josh Peck, Isabelle Lucas, Edwin Hodge, Connor Cruise (sim, o filho do meu amigo Tom com a Nic Kidman!!) e Josh Hutcherson (de ABC do Amor e Minhas Mães e Meu Pai).

O filme estava previsto para 2010, mas a crise da MGM adiou o lançamento que ainda não tem data prevista.

PS1: Não lembra de Amanhecer Violento? Veja o trailer então:

PS2: Mais remakes aqui.

O Primeiro Ano do Resto de Nossas Vidas por Melhor Cafa

Hoje é aniversário do Rob Lowe  e, por isso, eu resolvi relembrar um clássico: seu personagem Billy, em O Primeiro Ano do Resto de Nossas Vidas.

Porque malandros existem aos montes, mas não como esse:

Could I be so bold to ask for a going away present? 

PS1: Esse filme é muito velho, é de 1985.  Não é só o Rob que está um bebê. A Demi Moore, o Judd Nelson e o Emilio Estevez também.

PS2: Falando nele, você sabe que ele é filho do Presidente Bartlet Martin Sheen e irmão do Charlie Harper Sheen né?

PS3: Voltado ao filme, eu gosto da dancinha do Kevin e da seguinte discussão idiota:

Kevin: Love, love, you know what love is? Love is an illusion created by lawyer types like yourself to perpetuate another illusion called marriage to create the reality of divorce and then the illusionary need for divorce lawyers.

(…)

Kirby: You are just pissed off and bitter because you have not had sex in… how long? What is it… a year… maybe two? Refresh my memory please, Kevin. Haven’t you heard of the sexual revolution?
Kevin: Who won, huh? Nobody. Used to be sex was the only free thing, No longer. Alimony… palimony… it’s all financial. Love is an illusion.
Kirby: It’s the only illusion that counts, my friend.
Kevin: Says who?
Kirby: Anyone who’s been in love.
Kevin: Love sucks.
Kirby: So does your attitude.

PS4: Veja o trailer:

PS5: O Rob é um dos poucos homens que ficam ainda mais bonitos com a idade, não?

PS6:  Eu adoro o  Robert McCallister e fico triste que ele vai nos deixar. #prontofalei

Top Gun por Melhor Trilha Sonora e Karaoke

top_gun_still2

Todo mundo só lembra daquela música melosa da banda Berlin, mas o que tira o meu fôlego é Danger Zone, com o Kenny Loggins,

e , principalmente, a instrumentral Top Gun Anthem.

Embora You’ve Lost That Loving Feeling, do Righteous Brothers, faça parte da trilha, a cena leva por Melhor Karaokê (ou seria Vergonha Alheia?).

PS1: A Academia não concorda com este blog, porque eles concederam o prêmio para Take My Breath Away. Isso foi em 1987.

PS2: Essas músicas também podem ser escutadas no Blip dos Indicados. Clique aqui.

PS3: Tá lembrado da paródia do Top Gun, com o Charlie Sheen? Não? Veja de novo: http://tinyurl.com/yjda28v

PS4: Quer ver o trailer?

I feel the need…the need for speed!

Curtindo a Vida Adoidado por Melhor Fuga e Melhor Playback

MCDFEBU EC004

Referência para toda uma geração, esse filme não recebeu nenhum Oscar ou Globo de Ouro.

Sinto-me, portanto, na obrigação de corrigir esse erro. Afinal, quem nunca invejou o Ferris?

Ou você vai negar que nesses dias quentes você não pensa em cabular aula e/ou trabalho?

Quem também nunca se imaginou, em pleno Vale do Anhangabaú, quebrando o barraco?

PS1: Eu adoro a galera que dança na escada.

PS2: Esse é um dos poucos filmes que vale a pena ver dublado.

PS3: Outros pontos que eu adoro nesse clássico:

– o trote que o Ferris prega no Mr. Rooney;

– o Mr. Rooney invadindo a casa do Ferris e dando de cara com um puppy;

– o roteiro que eles fazem por NY;

– a Sloane paquerando o pai dele, que lê, no táxi, um jornal com a manchete: Sociedade preocupada com a delinquência juvenil.   

– a ‘Quatro-olhos’ sentada ao lado do Rooney no ônibus escolar.

E, claro, a filosofia do Ferris:

A vida passa rápido demais e se você não parar de vez em quando para viver a vida, acaba perdendo seu tempo.

E, então, o que você vai fazer hoje?

Charlie Sheen por Melhor Ator

charliesheen

Você deve estar achando que isso é uma piada né?  Uhmmm, quase. 

O Charlie Sheen merece a indicação de Melhor Ator pelo conjunto da obra. Que outro homem começou a atuar na década de 70, coleciona papéis idiotas e é muito bom nisso??

Canastrão ou não, ele é M-U-I-T-O  B-O-M  nisso!!

Convenhamos, minha gente, ele é o drogado que convence a irmã do Ferris Bueller a ser menos chata. 

E não pense você que foi fácil. Mesmo já tendo outros filmes no currículo, ele se sacrificou por esse personagem – ficou 48 horas sem dormir.

Embora tenha papéis mais sérios (veja aqui), nada se compara a Top Gang – Ases Muito Loucos, de Jim Abrahams, mesmo diretor de “Apertem os Cintos! O Piloto Sumiu” e “Corra que a Polícia Vem Aí“.

A paródia ao filme de Tom Cruise arrasa até nas cenas quentes (sic) de amor:

Não satisfeito, ele também tirou um sarro do Rambo no segundo filme:

Como a vida já é muito dura, sou 100% a favor de premiar alguém que deixa as coisas um pouco mais leve.

E se esse argumento não te convenceu, eu peço licença para uma cena do Two and a Half Men.

Ok, duas:

PS1: Filho de Martin Sheen (o melhor presidente dos EUA em uma série?) e irmão de Emilio ‘Billy The Kid’ Estevez, Charlie começou a atuar em 1974, com 9 anos.

PS2: Segundo a Wikipedia, a Denise Richards quis se separar dele, entre outros motivos, pela obsessão que ele tinha pela morte da mulher do ex-jogador de futebol americano O. J. Simpson. Ele colecionava fotos da autópsia (!!!).

PS3: Como toda celebridade top, ele já teve o seu perfil traçado e exposto no E! True Hollywood Story.   

PS4: A (vagabunda) Denise continuou ganhando às custas desse casamento. Ela protagonizou um reality show para mostrar que a vida de uma celebridade B mãe solteira também é difícil. Quem disse que uma boa pensão cobre tudo?

PS5: Charlie Sheen coleciona várias indicações, na vida real, e já levou um Globo de Ouro para casa.