Jane Eyre por Melhor Atriz

Sim, foi Jane Eyre o filme que vi no Odeon.

O clássico de Charlotte Brontë já foi comentado aqui, tem Cary Fukunaga na direção e Mia Wasikowska no papel principal.  A ela esse post é dedicado e aposto os dentes da frente dessa atriz como sua vaga já está garantida entre as indicadas ao Oscar .

Esqueça completamente aquela menina sem graça de Alice e Minhas Mães e Meu Pai. Em Jane Eyre, Mia emociona e faz jus à heroína de Charlotte. A imprensa inglesa ressaltou ainda que, ao contrário de Anne Hathaway em Um Dia, a australiana mostrou um sotaque perfeito.

Mia está tão bem que nem desaparece ao lado de Lady Judi Dench, que interpreta a governanta Mrs Fairfax. E esse, eu acho, é o melhor elogio que uma jovem atriz  poderia receber. 

A cena abaixo é a melhor prova do que estou falando (Spoiler!!)

Ah, é… Em alta, Fassbender também está em Jane Eyre. Posso te garantir que ele empresta sua beleza a Mr Rochester e… só. Ah, que saudade do Colin Firth…

PS: Lançada em 1847, Jane Eyre é a principal obra de Charlotte Brontë .  A autora inglesa morreu em 1855 e, embora esteja enterrada em Haworth, é celebrada no Poet’s Corner da Abadia de Westminster, ao lado das irmãs Anne e Emily.

PS2: Aliás, Jane Eyre, o filme, é mais uma prova que turismo e cinema podem caminhar juntos. Amanhã explico por que.

Frame: Decifrando Gary Oldman

The Sunday Times Magazine

Então eu me apaixonei pela edição de domingo do The Sunday Times. Em 4 de Setembro, a The Sunday Times Magazine trouxe uma matéria de cinco páginas com Gary Oldman, que finalmente assume o papel principal de um filme.

Trata-se de Tinker, Tailor, Soldier, Spy – filme do ex-M16 John le Carré e cujo poster estava espalhado por toda Londres.

poster oficial

Algumas curiosidades da matéria:

– Oldman nunca foi nem indicado a um Oscar. Durante a entrevista com Paul Smith, o ator dividiu uma conversa que teve com o colega Colin Firth, que também trabalha no filme de Carré.

Well, you know what it’s like“, disse “Mr Darcy” sobre indicações.

No, I don’t“, respondeu Oldman.

You’ve never been nominated?“, perguntou Firth.

No. I find that unfathomable“, completou Oldman.

Me too! Mal posso acreditar.

– Gary VIVEU bem – além da conta, talvez. Era alcoólatra e resolveu se tratar depois que a terceira mulher pediu separação. Dizem que, em uma das bebedeiras, ele chegou a queimar acidentalmente o filho. E foi por causa dos filhos que ele resolveu deixar pra trás seu passado de lama e se tornar um pai presente e, sempre que preciso, exigente.

– Quando deixou a reabilitação, escreveu e dirigiu seu primeiro e único filme, Nil By Mouth, uma maneira, dizem, de exorcizar os fracassos do próprio pai.

– Gary também começou a aceitar papéis em blockbusters, rejeitados até então, como Batman e Harry Potter.

– E, quando falam de Batman, ele não deixa de lembrar do amigo Heath Ledger, cuja morte o devastou. “shocked, couldn’t believe it. You know, just, like, an arrow, like I’ve been shot. Oh, f***! F***! Lovely kid, you know? […] Only 28″.

– Segundo a reportagem do Sunday Times, Oldman ficou meio traumatizado com o fracasso do terceiro casamento e por isso demorou muito tempo para investir novamente em uma relação. A esposa atual, Alex Edenborough, foi apresentada pelo melhor amigo, agente e guarda costas, Doug.

– aliás, ele já foi casado com a Uma Thurman. Ela tinha apenas 18 anos e ele, 30.

A pergunta que não quer calar é: quem topa uma aposta de que o próximo Oscar é dele? O/

 

Quizz: Que celebridade está na sua lista?

Quando li que George está solteiro novamente, entre outras coisas eu lembrei de Love Bites. Essa é uma nova série, beeeeem fraquinha, da NBC. A única cena que realmente valeu a pena no primeiro capítulo foi protagonizada por Greg Grunberg, ex-Felicity e Heroes.

Casado, ele explica para o amigo que tem um acordo com a esposa: a única traição permitida entre eles é com uma celebridade pré determinada em uma lista.  No topo da lista dela, Johnny Depp;  na  dele, Jennifer Love Hewitt.

 

Pode imaginar o que acontece quando Greenberg encontra Jennifer?

 

Melhor do que conta é assistir a cena:

 

Então, que celebridade está na sua lista?

 

Na minha, RDJ, George, Aaron Eckhart, Colin Firth, James McAvoy,  Ryan Gosling,  John Kranisnki...opa, pode quantos mesmo?

           

O Discurso do Rei por Melhor Descoberta

Quem acompanha esse blog não tem dúvidas de que eu torço descaradamente para o Colin Firth na corrida pelo Oscar de melhor ator.  Acho que em O Discurso do Rei ele conquista até quem não tem o coração mole como o meu.

A performance como George VI não me surpreende, mas emociona muito principalmente nessa cena:

King George VI: What are you doing? Get up! You can’t sit there! GET UP!
Lionel Logue: Why not? It’s a chair.
King George VI: No, that. It is not a chair. T-that… that is Saint Edward’s chair.
Lionel Logue: People have carved their names on it.
King George VIThat… chair… is the seat on which every king and queen has… That is the Stone of Scone you ah-are trivializing everything. You trivialize…
Lionel Logue It’s held in place by a large rock. I don’t care about how many royal arseholes have sat in this chair.
King George VI: Listen to me. *Listen to me!*
Lionel Logue: Listen to you? By what right?
King George VI: By divine right if you must, I am your king.
Lionel Logue: No you’re not, you told me so yourself. You didn’t want it. Why should I waste my time listening?
King George VI: Because I have a right to be heard. I have a voice!
Lionel LogueYes, you do.

PS1: Aqui o verdadeiro discurso do Rei George VI.

Frame: W Magazine rouba a cena

Você reconhece quem é  o ator da foto acima? Olhe de novo!

Sim, é o Mr Darcy Colin Firth, em um ensaio que a revista W para celebrar os atores se destacaram em 2010.

Os protagonistas de Minhas Mães e Meu Pai estão lá – Julianne Moore quase irreconhecível, …

Annete Benning é a diva perfeita…

…e Mark Ruffalo, bem…tire sua própria conclusão.

Dakota Fanning parece trocar Runaways por Taxi Driver, …

 … Mila Kunis mostra que é mais um rostinho bonito de Black Swan,

…enquanto Javier Bardem é puro rock’n roll  (ou tá mais pra cigano?)

Enfim, o que eu sei é que vale conferir o ensaio completo aqui.

Frame: Os Filmes de 2011

É, é, é!!  Eu estou trabalhando duro nesse fim de ano!!

Assim como em 2010,  montei uma agenda com os filmes que serão lançados no ano que vem. Muita coisa boa, viu?

Atenção:

1) As datas de lançamento SEMPRE podem mudar.

2)  Além dos trailers, não deixe de visitar a página oficial dos filmes.

3)  Por favor, deixe um comentário nesse post caso saiba de algum outro filme não contemplado aqui.

Vamos lá:

JANEIRO

07/01 – Além da Vida (filme de Clint Eastwood)

14/01 – O Turista

14/01 – Amor e Outras Drogas

14/01 – As Viagens de Gulliver

21/01 – O Discurso do Rei

21/01 – Bravura Indômita (dos irmãos Coen)

21/01 – A Minha Versão Para o Amor

21/01 – Burlesque

28/01 – Um Lugar Qualquer

FEVEREIRO

04/02 – Cisne Negro

04/02 – Como Você Sabe

11/02 – O Vencedor

18/02 – 127 Horas

18/02 – Trabalho Interno (The Secretariat)

18/02 – Rabbit Hole

25/02 – Sexo Sem Compromisso

25/02 – Bruna Surfistinha

25/02 – O Besouro Verde

MARÇO

04/03 – Lope, do Andrucha

04/03 – RANGO

18/03 – A Águia

18/03 – Não Me Abandone Jamais

25/03 – A Tempestade

ABRIL

01/04 – Os Agentes do Destino

08/04 – RIO

08/04 – Conspiração Xangai

08/04 – Código Fonte

15/04 – Esposa de Mentirinha

15/04 – Pânico 4

15/04 – Água para Elefantes

21/04 – A Garota da Capa Vermelha

29/04 – THOR

MAIO

20/05 – Piratas do Caribe 4

Padre (data em aberto)

JUNHO

03/06 – Kung Fu Panda 2

03/06 – X-Men First Class

17/06 – Lanterna Verde

24/06 – Carros 2

JULHO

01/07 – A Árvore da Vida

01/07 – Transformers 3

15/07 – Harry Potter e As Relíquias da Morte – Parte II

 

29/07 – Capitão América

AGOSTO

12/08 – Cowboys & Aliens

Os Smurfs (data em aberto)


SETEMBRO

30/09 – Amigos com Benefícios

NOVEMBRO

Amanhecer – Parte 1 (a primeira parte do último livro de Stephanie Meyer)


NOVEMBRO

Happy Feet 2 (data em aberto)

The Greatest Muppet Movie Ever Made (data em aberto)

DEZEMBRO

16/12 – Missão Impossível IV

Outros filmes com estreia prevista para 2011 são:

O Assassino em Mim

Something Borrowed – filme mulherzinha, baseado no romance Emily Giffin


E aí? Gostou? Sabe de algum outro filme? Comente djá!

Direito de Amar por Melhor Frase e Melhor Tragada

Jon Kortajarena ou Carlos prova no filme de Tom Ford que uma pequena participação pode ser marcante.

Pode ser por uma frase…

Lovers are just like buses.  You just have to wait a little while until another one comes along.

 

… ou por uma pequena cena.

E que música, hein, Tom Ford?

PS1: Jon Kortajarena é um modelo espanhol, que ocupa a 7ª posição no Top 50 International Male Models. Em 2009 foi reconhecido pela Forbes como The World’s 10 Most Successful Male Models. Aliás, o seu “potencial” também teria sido reconhecido pela Madonna.

PS2: Direito de Amar foi a única obra cinematográfica da qual participou. Você deve reconhecê-lo, porém, em campanhas publicitárias de várias grifes internacionais.