Música do Coração por Melhor Recomeço

Não é só pela moral da história. Esse filme vale também porque tem música e tem Meryl. And we looooooooooove Meryl.

PS1: Sim, esse filme é baseado em uma história verídica. Tem na direção, pasmem!, Wes Craven, que também foi responsável por Pânico.

ps2: Meryl foi indicada ao Oscar por esse longa, que teve também outra indicação: melhor música. 

PS3: Music of My Heart foi escrita pela Diane Warren, a quem a gente deve muito respeito. Ela já emplacou importantes hits (inclusive das nossas vidas) com Aerosmith,

Celine,

Trisha,

Cher 

e Christina.

Music of My Heart foi gravada pelo N Sync, antiga boy band do JT, e Gloria Estefan.   

Match Point por Melhor Pegada

2005_match_point_006

Para apimentar um pouco esse blog, nada como um bom brainstorm com amigos. 

Este primeiro indicado a Melhor Pegação foi uma unanimidade. Pudera! Quem não apostaria em  Scarlett Johansson???

PS1: Se bem que quem diria que aquela menina sem sal do Encantador de Cavalos se tornaria isso?

PS2: E o Eric Bana que me desculpe, mas o Jonathan Rhys Meyers é o melhor Henrique VIII. Eu olho para ele e, pá, já começo a tremer de medo daquele homem (veja chamada dos Tudors aqui).

Michael Jackson

Sim, ele também fez cinema. O Mágico Inesquecível (The Wiz) foi lançado em 1978 e é uma adaptação de O Mágico de Oz. Dorothy, interpretada por Diana Ross, era uma professora negra Harlem, NY. Michael era o Espantalho.

Ao contrário do anunciado por Willian Waack na abertura do Jornal do Globo, não acho que Michael Jackson era mais conhecido pelo seu inconformismo físico e étnico do que pela sua dança e música. Sim, suas excentricidades eram pavorosas, mas é incontestável as transformações que provocou com as suas músicas, coreografias e videos ainda menino, na época dos Jackson 5. É claro que todo mundo gosta de lembrar de Thriller e Billie Jean, mas ressalto aqui Childhood.

Além de fazer parte da trilha de Free Willy 2, entrou no álbum History e foi considerada, na época, um desabafo do cantor sobre a sua infância.

Deixe a sua opinião.

Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças por Melhor Frase

Como diria o Jim:

“Constantly talking isn’t necessarily communicating.”

O Curioso Caso de Benjamin Button por Melhor Frase

curioso-caso-de-benjamin-button08

Baseado em conto de F. Scott Fitzgerald, o filme surpreende (ou me surpreendeu) e traz a seguinte mensagem:

“For what it’s worth, it’s never too late or, in my case, too early, to be whoever you wanna be. There’s no time limit. Start whenever you want. You can change or stay the same. There are no rules to this thing. We can make the best or the worst of it. I hope you make the best of it. I hope you see things that startle you. I hope you feel thing you never felt before.  I hope you meet people with a different point of view. I hope you live a life you’re proud of. And if you find that you’re not, I hope you have the strength to start all over again”.

Muito auto-ajuda? Clichê? Talvez. Não nego. Ainda assim, bonito e mais um bom motivo para ver o filme.

PS1: Aliás, O Curioso Caso de Benjamin Button, que ganhou 3 Oscar e 3 Bafta, poderia ser indicado também a Melhor Retorno.  Sim, minha gente, todo mundo só falou do retorno de Mickey Rourke, em O Lutador, mas e Julia Ormond? Esse filme marca o reaparecimento dela, após dez anos,  nos blockbusters hollywoodianos. Nessa nova fase, ela também empresta seu charme britânico para Che e CSI: NY, entre outros.

 

 

Em Seu Lugar por Melhor Cocotas e Melhor Poema

In-Her-Shoes-movie-05

Baseado no livro de Jennifer Weiner, Em seu Lugar (In her shoes) reproduz com maestria um momento cocota*. E é claro que isso só foi possível graças ao talento inegável de Toni Collette.

Na cena em questão, a CDF Rose consegue um date com o colega da firma por quem é apaixonada. Enquanto o bonitão dorme, ela liga para a melhor amiga e ainda fotografa o cara deitado ao seu lugar para ninguém ter dúvidas (inclusive, ela mesma) do acontecido.

Infelizmente essa cena não está disponível no youtube (falha gravíssima dessa rede social!!). Logo, veja o trailer aqui e alugue djá a pérola!

 

*Momento cocota = a rivalidade feminina é inegável, mas nas verdadeiras amizades há também aquele delicioso momento de cumplicidade. Sorry, guys, talvez na próxima encarnação vocês entendam.

 

P.S 1: Shirley MacLane, irmã de Warren Beatty (sim, na vida real) e ex-guru (quem lembra dos best-sellers que ela escreveu?), recebeu uma indicação ao Globo de Ouro pela atuação nesse filme.

PS.2: O bonitão da história é o mesmo ator que interpreta o ex-marido de Susan Mayer, de Desperate Housewives.

PS3: É claro que um outro grande momento desse filme é a leitura do poema de E.E.Cummings.

I carry your heart with me (I carry it in my heart) I am never without it (anywhere I go you go, my dear; and whatever is done by only me is your doing, my darling). I fear no fate (for you are my fate, my sweet). I want
no world (for beautiful you are my world, my true) and it’s you are whatever a moon has always meant and whatever a sun will always sing is you.  Here is the deepest secret nobody knows (here is the root of the root and the bud of the bud and the sky of the sky of a tree called life;which grows
higher than the soul can hope or mind can hide) and this is the wonder that’s keeping the stars apart. 
I carry your heart (I carry it in my heart)

A tradução:

Carrego seu coração comigo
Eu o carrego no meu coração
Nunca estou sem ele
Onde eu for, você vai, minha querida
Não temo o destino
Você é meu destino, meu doce
Não quero o mundo pois, beleza
Você é meu mundo, minha verdade
Eis o segredo que ninguém sabe
Aqui está a raiz da raiz
O broto do broto
E o céu do céu
De uma arvore chamada vida
Que cresce mais do que a alma pode esperar
Ou a mente pode esconder
E esse é o prodígio
Que mantém as estrelas à distância
Carrego seu coração comigo
Eu o carrego no meu coração.