Smash por Melhor Atriz

A tão falada Geração Y mal a conhece. Anjelica está ausente provavelmente pelo mesmo motivo das outras grandes atrizes da sua geração –  a idade. Bobagem! A experiência só a deixou mais bonita.

Anjelica nunca teve uma beleza clássica, mas sempre chamou a atenção. Foi modelo, o que explica a elegância e imponência em cada movimento.

A geração dos anos 70 e 80 certamente não se esquece dela como Morticia Adams, …

…ou como Miss Eva Ernst, de Convenção das Bruxas.

Ela namorou, veja só, Jack Nicholson.

E foi nessa época que ela também ganhou o Oscar por A Honra do Poderoso Prizzi, seguindo os passos do pai e do avô.

Não pense que a disputa pela estatueta dourada foi fácil. Não, ela nocateou as favoritas de A Cor Púrpura, incluindo Oprah Winfrey, no Oscar de 1986.

Recentemente quem acompanha Smash teve mais uma chance de se emocionar com Anjelica: no episódio 14, ela cantou September Song, interpretada pela primeira vez pelo avô dela, Walter Huston, no musical da Broadway Knickerbocker Holiday .

A cena completa, com Anjelica bem emocionada, DEVE ser vista aqui.

PS: Saudade da Família Adams? Veja as cenas indicadas aqui.

PS2: Mais Anjelica aqui e aqui,

PS3: Mais Smash aqui e aqui.

Anúncios

Intervalo: Sexta-feiraaaaaa!!!!

A Família Adams 2 por Melhor Sorriso, Fobia e Dança

O que eu posso dizer? Sou uma fã fervorosa de clássicos.

E um salve para os maravilhosos Raul Julia (Que Deus o tenha!) e Anjelica Huston.

PS1: 16 anos depois, cai a ficha. Aquela loira, feia, vulgar e engraçada, que tenta dar o golpe no Uncle Fester, é a Joan Cusack.

PS2: Não é o bebê mais fofo do mundo? (E eu concordo com a Morticia. A versão mini-Gomez é muito melhor que o anjinho, de cabelos loiros encaracolados).

PS3: Que tal Os Simpsons a la Família Adams?