Wishlist: Jogo Curtindo a Vida Adoidado

O designer e ilustrador  argentino Maxim Dalton criou um jogo de tabuleiro baseado em um de nossos filmes preferidos: Curtindo a Vida Adoidado. É um Jogo da Vida, só que baseado naquele dia em que Ferris Bueller resolve matar aula com seus amigos. Que tal viver novamente todas as emoções dele!? Cantar  em uma Parade!? Visitar o art Institute de Chicago!? Comer no restaurante mais caro da cidade!?

Queremos!

Dica da Miros.

Abs,

@abelardobarbosa

Anúncios

Curtindo a Vida Adoidado por Melhor Fuga e Melhor Playback

MCDFEBU EC004

Referência para toda uma geração, esse filme não recebeu nenhum Oscar ou Globo de Ouro.

Sinto-me, portanto, na obrigação de corrigir esse erro. Afinal, quem nunca invejou o Ferris?

Ou você vai negar que nesses dias quentes você não pensa em cabular aula e/ou trabalho?

Quem também nunca se imaginou, em pleno Vale do Anhangabaú, quebrando o barraco?

PS1: Eu adoro a galera que dança na escada.

PS2: Esse é um dos poucos filmes que vale a pena ver dublado.

PS3: Outros pontos que eu adoro nesse clássico:

– o trote que o Ferris prega no Mr. Rooney;

– o Mr. Rooney invadindo a casa do Ferris e dando de cara com um puppy;

– o roteiro que eles fazem por NY;

– a Sloane paquerando o pai dele, que lê, no táxi, um jornal com a manchete: Sociedade preocupada com a delinquência juvenil.   

– a ‘Quatro-olhos’ sentada ao lado do Rooney no ônibus escolar.

E, claro, a filosofia do Ferris:

A vida passa rápido demais e se você não parar de vez em quando para viver a vida, acaba perdendo seu tempo.

E, então, o que você vai fazer hoje?

Charlie Sheen por Melhor Ator

charliesheen

Você deve estar achando que isso é uma piada né?  Uhmmm, quase. 

O Charlie Sheen merece a indicação de Melhor Ator pelo conjunto da obra. Que outro homem começou a atuar na década de 70, coleciona papéis idiotas e é muito bom nisso??

Canastrão ou não, ele é M-U-I-T-O  B-O-M  nisso!!

Convenhamos, minha gente, ele é o drogado que convence a irmã do Ferris Bueller a ser menos chata. 

E não pense você que foi fácil. Mesmo já tendo outros filmes no currículo, ele se sacrificou por esse personagem – ficou 48 horas sem dormir.

Embora tenha papéis mais sérios (veja aqui), nada se compara a Top Gang – Ases Muito Loucos, de Jim Abrahams, mesmo diretor de “Apertem os Cintos! O Piloto Sumiu” e “Corra que a Polícia Vem Aí“.

A paródia ao filme de Tom Cruise arrasa até nas cenas quentes (sic) de amor:

Não satisfeito, ele também tirou um sarro do Rambo no segundo filme:

Como a vida já é muito dura, sou 100% a favor de premiar alguém que deixa as coisas um pouco mais leve.

E se esse argumento não te convenceu, eu peço licença para uma cena do Two and a Half Men.

Ok, duas:

PS1: Filho de Martin Sheen (o melhor presidente dos EUA em uma série?) e irmão de Emilio ‘Billy The Kid’ Estevez, Charlie começou a atuar em 1974, com 9 anos.

PS2: Segundo a Wikipedia, a Denise Richards quis se separar dele, entre outros motivos, pela obsessão que ele tinha pela morte da mulher do ex-jogador de futebol americano O. J. Simpson. Ele colecionava fotos da autópsia (!!!).

PS3: Como toda celebridade top, ele já teve o seu perfil traçado e exposto no E! True Hollywood Story.   

PS4: A (vagabunda) Denise continuou ganhando às custas desse casamento. Ela protagonizou um reality show para mostrar que a vida de uma celebridade B mãe solteira também é difícil. Quem disse que uma boa pensão cobre tudo?

PS5: Charlie Sheen coleciona várias indicações, na vida real, e já levou um Globo de Ouro para casa.