OS INDICADOS OSCAR: Uma Mente Brilhante por Melhor Esposa

O Russell Crowe é um chato. #prontofalei

Essa cara dele de “sou um ator foda” me irrita muito. Mas, mesmo assim, eu gosto dos filmes que ele faz. Gosto de Um Bom Ano (quero morar naquele château um dia) e gosto do vencedor do Oscar de 2002: Uma Mente Brilhante.

Mas a indicação de hoje não vai para o Russell. Vai para a eterna atriz coadjuvante Jennifer Connelly (quem lembra dela no velhíssimo Labirinto?) no papel de Melhor Esposa. Porque não basta aguentar o paranóico Nash, tem que aguentar um interpretado pelo chato do Russell Crowe. Olha que dedicada. Você também não ia querer uma esposa assim? E repara no final do vídeo como o Nash conquistou a moça. Na época achei uma boa cantada, agora acho meio breguinha. O que vocês acham?

O filme levou também Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Diretor e nossa amiga Jenny levou a estatueta por Melhor Atriz Coadjuvante.

Abs,

@abelardobarbosa

Anúncios

Ranking: 10 filmes do Sundance Film Festival

Confira os filmes que estão “causando”, segundo Richard Lawson.

10. The Future

Miranda July (já retratada nesse post) cria, dessa vez, a história de um casal unido por um gato, o verdadeiro narrador dessa história.

9. Homework

Alicia Silverstone renasce das cinzas, ao lado da Sra Tom Hanks (Rita Wilson),  do gatíssimo Blair Underwood e da sobrinha da Julia (Emma Roberts), em um filme que trata da vida de um adolescente que aprende um pouco mais sobre essa vida quando conhece “a mulher dos seus sonhos”.

8. Salvation Boulevard

Comédia sobre um ex-hippie que tem que ir para o limbo após decidirem que ele não é tão santo quanto o resto da igreja. Elenco, no mínimo, interessante: Jennifer Connelly, Marisa Tomei, Greg KinnearPierce Brosnan.

7. Martha Marcy May Marlene

Elizabeth Olsen (mais uma?) protagoniza a história da jovem que tenta reconstruir sua vida após fugir de um culto nebuloso.

6. The Ledge

E a religião é, de novo, mote de um filme, que tem outra fênix no elenco, Liv Tyler.  O  thriller mostra a violência desencadeada por um argumento apresentado por ateu a um cristão conservador.

5. Life in a Day

Imagine um filme feito a partir de fragmentos enviados por pessoas de várias partes do mundo.  A proposta? Eles deveriam mostrar o que estavam fazendo em 24 julho de 2010. A colcha de retalhos foi costurada pelos diretores Kevin MacDonald e Ridley Scott e estreia hoje (27/01) em Sundance, com transmissão ao vivo no youtube.

4. Red State

Não sei se é o fim do mundo, mas a religião é também tema de um  filme de terror, liderado por Kevin Smith, sobre  um grupo de pessoas que se vê frente a frente com o fundamentalismo extremo.

3. Higher Ground

Nhé! Vera Farmiga dirige e protagoniza o drama de uma mulher que dedica 20 anos da sua vida ao fundamentalismo. Um dia ela ela decide partir… to infinity and beyond! Ok, ok. Foco.

2. Page One

Documentário feito a partir da experiência de Andrew Rossi em um departamento do  New York Times. Nas palavras de Richard  Lawson, “Should be thrilling for media nerds everywhere“.

1. Margin Call

A crise financeira de 2008  é revisitada nesse thriller liderado Kevin Spacey (Que prazer rever você!!) .  Demi Moore, Mary McDonnell e o incansável Stanley Tucci também integram o elenco.

Ele não está tão a fim de você por Melhor Abertura

He's Just Not That Into You

A primeira informação que você precisa ter é que entre um grupo de amigos esse filme é chamado de oráculo.  Embora exagerado, ridículo e/ou engraçado, é possível passar horas dissecando cada cena, reconhecendo com qual personagem você se identifica mais…

Enfim, o que eu quero dizer é que eu gosto de desafios e é por isso que escolhi uma única cena para ilustrar esse post: a abertura.

Infelizmente o Youtube não tem o trecho completo, mas é o suficiente para  entender porque nós, mulheres, somos dotadas de uma personalidade tão esférica e cheia de nuances (sic).

PS1:  Eu tinha odiado o livro Ele não está tão a fim de você, escrito por dois roteiristas  de Sex and the City, o que fez do filme uma bela surpresa.

PS2: O que mais dá medo é que ele arrancou elogios até da Isabela Boscov, que conta quase o filme todo no Veja Cinema.   

 PS3: Embora a Isabela tenha identificado a Ginnifer Goodwin (Gigi) como uma das esposas do Amor Imenso, ela é, na verdade, a primeira mulher do Johnny Cash

Veja aqui o ensaio que ela fez para a revista W. A Gigi tem outra dentro dela!!!

PS4:  Eu sempre quis ser atriz por alguns minutos só para poder quebrar tudo ou virar uma mesa de comida e não ter que limpar depois. Porque, convenhamos, na vida real é patético. O que você me diz da Jennifer Connelly estraçalhando o espelho e depois voltando para catar os cacos??!!

PS5: Não é impressionante a evolução do Justin Long? Minha gente, o primeiro filme “de sucesso” dele foi Olhos Famintos, que é bizarro e assustador (eu não tive coragem de assistir o segundo). Ele também fez Crossroads – Amigas para Sempre, com a Britney Spears, e  Separados pelo Casamento, com a Jennifer Aniston.

PS6: No site oficial, é possível fazer um teste para saber se ele ou ela está a fim de você. Tem também um vídeo idiota  do Justin Long, Kevin Connolly e Bradley Cooper sobre clichês que você não vai encontrar nesse filme.

PS7: Se você ainda não viu o filme, ficou com preguiça, mas ainda quer saber se ele está a fim de você, siga a dica objetiva dos amigos da  Bridget JonesI mean there’s been all these bloody hints and stuff, but has he ever actually stuck his fucking tongue down your fucking throat?

Touché!