Frame: 20 filmes para ficar de olho

20. Tudo Pelo Poder

Sem estrear, The Ides of March, ou Tudo pelo Poder, já ganhou indicação nesse blog (veja aqui). Os cinéfilos também  apostam que Ryan e George estão garantidos na corrida pelo Oscar. Sorte de que quem pode aproveitar a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e não precisa segurar a ansiedade até a estreia oficial.

19. Os Vingadores

Nem precisa explicar, certo?

18.  J. Edgard

Será que é dessa vez, Leo?

17. Um Dia

Só um aviso: leia antes o livro de David Nicholls.

16. A Dangerous Method

Que trio! Viggo, Fassbender e Keira são, respectivamente, Sigmund Freud, Carl Jung e Sabina Spielrein.

15. Coriolanus

A estreia de Ralph Fiennes como diretor.  E repare no elenco.

14.  Albert Nobbs

Para aqueles que achavam que Glenn Close estava esquecida em Damages

13. The Rum Diary

Sem desmerecer a dobradinha com Tim Burton ou Jack Sparrow, é bom ver  Johnny Depp em um papel contemporâneo – ainda mais, ao lado de Aaron Eckhart, Richard Jenkins e Giovanni Ribisi.

12.  My Week With Marilyn

Nem que seja só para criticar a Michelle Williams.

11. War Horse

A peça de teatro é bem famosa. O filme, produzido por Spielberg, promete ser tão emocionante quanto.

10. The Descendants

Oh, George…

9. Warriors

Este filme colocou Tom Hardy no radar dos críticos e ainda ressuscitou Nick Nolte.

8. Margin Call

Kevin Spacey, Stanley Tucci, Paul Bettany, Jeremy Irons…você precisa de mais algum motivo?

7.  Drive

Porque  Ryan Gosling é o cara!

6. Martha Marcy May Marlene

Esqueça as gêmeas Olsen. Quem brilha na família agora é Elizabeth Olsen.

5. O Abrigo

Depois de Revolutionary Road, Michael Shannon interpreta mais um excêntrico ou lunático. A atuação dele e de Jessica Chastain, de A Árvore da Vida, têm sido bem elogiada.

4. 50/50

Fofiiiiinho…

3. Amanhecer Parte 1

Quem eu estou querendo enganar?

2. Shame

Boa repercussão e um colírio, né?

1. Tinker Taylor Soldier Spy

Oh, be Sirius…é o Gary Oldman.

Ranking: Special Guest Star

Recentemente ressaltamos que Laura Linney, Christine Baranski e Toni Collette migraram para a TV. (leia esse post). Não podíamos deixar de destacar também as surpresas que as séries têm nos reservado com participações especiais.

Das séries que acompanho,  esses são os convidados especiais dessa temporada:

10. America Ferrera

Sim, Betty voltou!!! Dessa vez, como Natalie Flores, uma ex-babá que só vai colocar mais lenha na fogueira em The Good Wife. Ela não só está muito bonita como também tem a sorte de atuar com Alan Cumming, cujo personagem Eli Gold é um dos meus preferidos.

9. Jeremy Irons

Foi de cair do sofá a primeira participação de Jeremy Irons em Law and Order SVU. Sim, primeira, porque teve mais de uma. 

8. Joan Cusack

Law and Order SVU, aliás, começou a 12ª temporada com ninguém menos que Joan Cusack. Tá bom ou quer mais?

7. Deabra Messing

Sim, porque ainda tem mais. Quem também passou por essa série é Debra Messing, que deixou de lado temporariamente os papéis cômicos e românticos para encarar um beeeeem mais intenso.

5. Jennifer Grey

Foi uma breve participação e, convenhamos, ela está quase irreconhecível. Ainda assim, não poderíamos deixar de registrar a presença da Baby, de Dirty Dancing, em House. Afinal, Nobody puts baby in the corner.

4. Gwyneth Paltrow

Eu não sou fã de Holly Holiday e preferia mil vezes rever Kristin Chenoweth e Idina Menzel no show. Não há como negar, porém, que Gwyneth causou buzz para a 2ª temporada de Glee.

3. Richard Dreyfuss

Sim, até ele se rendeu aos seriados e faz uma ponta, como um velho amigo de Zach em Parenthood.

2. Sonia Braga

Sim, temos uma brasileira na lista!!! Sonia Braga, senhoras e senhores. Ela, que já participou de Sex and the City no passado, interpretou a mãe de Luc, o francês de Sarah em Brothers & Sisters.

1. Michael J Fox

Ele está ótimo como o advogado  Louis Canning, sempre uma pedra no sapato de Alicia, de The Good Wife.

Frame: TV Movies

Você notou a ascensão dos filmes e minisséries feitos para a TV? 

A qualidade das obras feitas por canais, como HBO e BBC, é tão incontestável, que novas oportunidades surgiram para jovens talentos, anônimos e tarimbadas estrelas de Hollywood.

É o caso, por exemplo, de Grey Gardens, que arrebatou Emmys e Golden Globes. O filme mostra a vida excêntrica de duas socialites, parentes de Jackie O, que viraram protagonistas de um documentário anônimo em 1973, no auge da sua decadência.

A história é muito bem construída, a produção é impecável e a atuação de Jessica Lange e Drew Barrymore, você sabe, irretocável. Ainda assim,  devo confessar que particularmente, não sou muito fã do filme. Sabe quando você cria muita expectativa?

Mas temos outros exemplos. Tom Hanks assinou a produção de John Adams e Paul Giamatti, que interpretou o ex-presidente americano, também foi premiadíssimo por sua performance.

A própria Helen Mirren fez, ao lado de Jeremy Irons, Elizabeth I e Kevin Bacon arrebatou um Globo de Ouro por Taking Chance.

De todas as produções, a minha preferida ainda é Pride and Prejudice, feita pela BBC em 1995, com Colin Firth (já falamos dela aqui no blog).

Fiquei curiosa, porém, para ver Temple Grandin. O filme estreia no próximo dia 6/02 nos EUA,   tem Claire Danes no papel principal e Julia Ormond, a eterna Sabrina, no elenco. 

PS1: Eu gosto muito da Claire Danes e acho que ela é subaproveitada em Hollywood. Vamos falar mais dela. Em breve. Titia promete, tá?  

PS2: Quem ainda não viu Grey Gardens tem a chance de assistir hoje, 28/01, no Cinemax às 0h.

PS3: Não confunda o Taking Chance do Kevin Bacon com esse Taking Chances

ME-DO!

PS4:  Momento Nacionalista – nós também temos ótimas produções. Dalva e Herivelto foi uma delas.