Ranking: 10 filmes Anti-Dia dos Namorados

É isso aí, Marilyn, my dear. Neste blog, solteiro não fica deprê por causa de Dia dos Namorados. Nós agradecemos por tudo que nós somos.  Nós celebramos a vida e a independência.

 

Portanto, no próximo domingo (12/06),  esqueça os corações e filmes melosos. Crie um clima de romance para você, acompanhado ou não por amigos.

Esses 10 filmes provam que não só a vida a dois vale a pena:

10. Clube das Desquitadas.

 

Entende do que eu tô falando?

 

9. Sob o Sol de Toscana

Porque é possível (aprender a) viver sozinho.

8. Yentl

Correr atrás do que realmente importa.

7. Elizabeth

Chegar looooonge.

 

6.  Shirley Valentine

Descobrir-se. Redescobrir-se.

 

5. As Férias da Minha Vida

Arriscar-se, ousar realizar sonhos, mesmo que eles não sejam do jeitinho que imaginava.

 

4. O Sorriso de Monalisa.

Quebrar paradigmas (por mais difíceis que sejam).

 

3. UP

Viver inesperadas aventuras com novos amigos.

 

2. Thelma & Louise


Aproveitar os velhos.

 

1. Curtindo a vida adoidado

Entendeu?

PS1: Com colaboração de Cris Camarena.

PS2:  Confira as indicações que Curtindo a Vida Adoidado, Sob o Sol de Toscana e Shirley Valentine já receberam nesse blog.

PS3: Faltou algum filme? Deixe o seu comentário.

Anúncios

Dez coisas que eu odeio em você por Melhor Poema e Melhor Versão

10-things-i-hate_420

Eu fiquei em dúvida se esse filme deveria receber duas indicações ou uma só. Também titubiei se elas deveriam ser postadas separadamente ou de uma vez só. Bati o martelo, quando fui assisti-las. Eu simplesmente pre-ci-sa-va compartilhar essas cenas logo.

A primeira indicação é pelo poema corny (essa palavra não é muito boa?) que a encrequeira Kat cria para se declarar para o maloqueiro Patrick.

A segunda é para a versão de “Can’t take my eyes off of you“. (Quem diria, Zapa, que a gente teria algo em comum com um Heath Ledger moreno e em início de carreira?)

PS1:  O filme de 1999 foi inspirado em A Megera Domada, de William Shakespeare. Há várias referências ao longo do filme –  a começar pelo nome dos principais personagens (Kat, Bianca e Patrick Verona) e do colégio (Pádua).

PS2: A Megera Domada também foi adaptada para o cinema. A Katharina de gênio forte foi interpretada por Elizabeth Taylor, enquanto o ator Richard Burton, que  viraria marido da diva do Michael Jackson, fez o corajoso Petrucchio.