Mesmo Se Nada Der Certo por Melhor Espontaneidade

beginagain_1

Muita gente ouviu falar desse filme por causa do Adam Levine, que cantou a música Lost Stars no Oscar 2015.

E essa faixa, não só a versão do Adam Levine, SERIA um bom motivo para encaixar esse filme na categoria Trilha. Seria, porque a película é muito melhor e maior que isso.

MesmoSeNadaDerCerto_poster

Ela foi escrita e dirigida pelo irlandês John Carney,  que já tinha surpreendido com o sensível Once – Apenas Uma Vez, que virou musical em teatros mundo afora.

once2

Mesmo Se Nada Der Certo, cujo título original é Begin Again, é sobre ter uma segunda chance e, principalmente, na visão deste blog, sobre espontainedade.

espontaneidade

O filme conta a história de Gretta (Keira Knightley), que se mudou para NY para acompanhar o namorado (Levine), que a troca por outra.  Para curar a dor de cotovelo, um amigo a leva para um bar e a convida para cantar uma de suas músicas. No meio da plateia apática está Dan, totalmente embriagado, que tenta convencê-la a gravar um disco, algo que nem ela mesmo sabe se quer.

O talento que Dan enxerga em Gretta é o mesmo que ela enxerga naquele desconhecido bêbado. É uma daquelas conexões fáceis, naturais, espontâneas que levam a um…por que não?

E assim eles se jogam na produção do álbum e da maneira mais espontânea (de novo!) possível: em diferentes pontos da cidade – no alto de um prédio, em um beco, no parque – adicionando os sons da metrópole à criação.

E o resultado dessa brincadeira – das atuações à trilha – é fantástico. De levantar do sofá e dançar pela sala.

Restou alguma dúvida?

PS1: Keira aprendeu a tocar violão somente para o papel, que foi declinado por Scarlett Johansson.

Conseguiu acompanhar o tailandês? 😉

PS2: O amigo de Keira, com quem ela vai morar após o fim do namoro com o Adam, é  James Corden, o Paul Potts, de Apenas Uma Chance.

IMG_5557

PS3: A filha do Mark Ruffalo no filme é Hailee Steinfeld. Ela estourou em 2011, quando chegou a ser indicada ao Oscar por Bravura Indômita.

IMG_5558

PS4: A gente também adora, e concorda!, com essa teoria:

beginagain_3“Você pode dizer muito sobre uma pessoa pela sua playlist”  

Você não? o/

Os Vingadores por Melhor Luta

Não há um ser humano no mundo capaz de falar mal dos Vingadores. Há divergências, porém, sobre quem é o melhor super herói.

Quando o filme estreou, muita gente se encantou com o Hulk, porque, é fato, Mark Ruffalo colocou Eric Bana e até Edward Norton no chinelo.

Esse blog também reconhece os méritos da Viúva Negra de ScarJosempre linda e sexy (maldita!), e do Gavião Arqueiro de Jeremy Renner.

No entanto, nada, caros cinéfilos, absolutamente nada se compara ao duelo de Thor e o Homem de Ferro – definitivamente os dois mais bonitos e mais fortes do pedaço.

PS: O meu preferido? Bem, se meu coração não pertencesse eternamente ao RDJ aka #1, ele certamente seria do Thor. E o seu?

Margaret por Melhor Surpresa

Margaret é um filme americano que conta a história de uma adolescente chata, que se envolve em um acidente de trânsito e decide buscar justiça.

A protagonista é vivida por Anna Paquin. Embora a moça tenha um Oscar no currículo (veja aqui), seus personagens são sempre enjoadinhos. Nem a Vampira escapou!

Em Margaret, infelizmente, não é diferente. A surpresa, porém, é o elenco: Matt Damon, Jean Reno, Kieran Culkin, John Gallagher Jr., Allison Janney, Matthew Broderick e Mark Ruffalo. Tá bom pra você?

 

PS: Margaret foi escrito e dirigido por Kenneth Lonerganque contou com a ajuda de Martin Scorsese e Sidney Pollack na edição do longa. Foi, em parte, financiado por Matthew Broderick.

 

Frame: W Magazine rouba a cena

Você reconhece quem é  o ator da foto acima? Olhe de novo!

Sim, é o Mr Darcy Colin Firth, em um ensaio que a revista W para celebrar os atores se destacaram em 2010.

Os protagonistas de Minhas Mães e Meu Pai estão lá – Julianne Moore quase irreconhecível, …

Annete Benning é a diva perfeita…

…e Mark Ruffalo, bem…tire sua própria conclusão.

Dakota Fanning parece trocar Runaways por Taxi Driver, …

 … Mila Kunis mostra que é mais um rostinho bonito de Black Swan,

…enquanto Javier Bardem é puro rock’n roll  (ou tá mais pra cigano?)

Enfim, o que eu sei é que vale conferir o ensaio completo aqui.

A Ilha do Medo por Melhor Trailer e Melhor Dúvida

Para mim, Shutter Island é o melhor filme do ano. E tudo começou com esse trailer completamente AS-SUS-TA-DOR:

Depois de tomar coragem por semanas, lá fui eu conferir a obra-prima do Scorsese e a performance do Leo, Mark RuffaloMichelle Williams e Ben’ Gandhi’ Kingsley.

Saí do cinema com a promessa, já anunciada no twitter, de não mais chamar o Leo de menina.

Compartilho também a cara de interrogação/desespero/dúvida do Mark Ruffalo quando Teddy diz:

Which would be worse: to live as a monster or to die as a good man?

Como diria Peter Travers, da Rolling Stone, “Scorsese makes dark magic in this mesmerizing mind-bender. No one who lives and breathes movies would dream of missing it“.

PS1:  Já que esse blog virou, nessa semana, um confessionário, vou admitir que a Michelle também merece palmas. Ao contrário da Katie Holmes, ela deixou para trás a Jen, de Dawson’s Creek.

PS2: E é mãe da Matilda, filha dela com o Heath.

De repente 30 por Melhor Festa

photo_02_hires

Se você ainda não sabia o que fazer nesse fim de semana, agora sabe.