Frame: 9 Décadas de Danças nos Filmes

 

Confira a lista de filmes:

Os 4 Cavaleiros do Apocalipse (1921); Rua 42 (1933); Voando para o Rio (1933); A Mascote do Regimento (1935); O Regimento (1935); Ritmo Louco (1936); Um Dia nas Corridas (1937); O Mágico de Oz (1939); Fantasia (1940); Hellzapoppin’ – (1941); Tempestade Tropical (1943); Broadway Rhythm (1944); Marujos do Amor (1945); A Felicidade Não se Compra (1946); O Sapatinhos Vermelhos (1948);  Núpcias Reais (1951); Cantando na Chuva (1952); Os Homens Preferem as Loiras (1953); Sete Noivas para Sete Irmãos (1954); It’s Always Fair Weather (1955); Oklahoma! (1955); Gatilho Relâmpago (1956); O Prisioneiro do Rock (1957); Cinderela em Paris (1957); El bolero de Raquel (1957); Damn Yankees (1958);  Baladas em Nova York (1958); A Noviça Rebelde (1959); Nunca Aos Domingos (1960); West Side Story (1961); Band of Outsiders (1964); My Fair Lady (1964); Zorba, O Grego (1964); Mary Poppins (1964); Os Produtores (1968); O Jovem Frankenstein (1974); The Rocky Horror Picture Show (1975); Os Embalos de Sábado à Noite (1977); Grease (1978); O Show Deve Continuar (1979); Apertem os Cintos…o Piloto Sumiu! (1980); Os Irmãos Cara de Pau (1980); Cowboy do Asfalto (1980); Fame (1980); Flashdance (1983); Negócio Arriscado (1983); Monty Python’s – O Sentido da Vida (1983); Footloose (1984); A Chorus Line – Em Busca da Fama (1985); Girls Just Want to Have Fun (1985); Um Rosto na Noite (1985); O Garoto do Futuro (1985); Curtindo a Vida Adoidado (1986); Dirty Dancing (1987); A Pequena Sereia (1989); A Bela e a Fera (1991); Vem Dançar Comigo (1992); Perfume de Mulher (1992); Cães de Aluguel (1992); A Família Adams 2 (1993) Swing Kids (1993); Pulp Fiction (1994); True Lies (1994); O Casamento de Muriel (1994); Showgirls (1995); Dança Comigo? (1997); Romy e Michele (1997); Titanic (1997); Dança Comigo (1998); Ela é demais! (1999); Caindo na Estrada (2000); Sob a Luz da Fama (2000); Billy Elliot (2000); No Balanço do Amor (2001); Shrek (2001); Moulin Rouge! (2001); Chicago (2002); Grind – Correndo contra a Vida (2003);  Kung Fusão (2004); Napoleon Dynamite (2004); You Got Served (2004); Dança Comigo? (2004); Starsky & Hutch – Justiça em Dobro (2004); Um Salão do Barulho (2005); Sr & Sra. Smith (2005); O Virgem de 40 Anos (2005); O Balconista II (2006); Pequena Miss Sunshine (2006); Ela Dança, Eu Danço (2006); Vem Dançar (2006); Hairspray (2007); Homem-Aranha 3 (2007); Encantada (2007)
90. Stomp the Yard (2007); Superbad – É Hoje! (2007); Agente 86 (2008); Fazendo Acontecer (2008); Quem quer ser um milionário? (2008); Ela Dança, Eu Danço 2 (2008); Trovão Tropical (2008); (500) Dias com Ela (2009); O Mundo Imaginário do Doutor Parnassus (2009); Toy Story 3 (2010) Cisne Negro (2010).

 

Anúncios

Destinos Ligados por Melhor Ator

Todo mundo sabe que o Samuel L Jackson é um bom ator. Ele tem feito, nos últimos anos, mais filmes de ação, mas é uma característica desse artista fazer escolhas meio imprevisíveis e nem sempre acertadas.

Veja só:

Ele pode fazer um papel forte, como em Pulp Fiction; …

… bancar o super herói, como em  Shaft

…. ou em Homem Aranha II;…

…e até protagonizar um filme trash, como Serpentes a Bordo.

De repente, do nada, SURPRESA!!!!

Ele aparece num drama, interpretando um viúvo, dono de um escritório de advocacia. Um papel sóbrio e careta.

A participação nem é lá grande coisa, mas é o suficiente.

Dá para entender?

Não, não dá. Mas essa é a graça de Samuel L Jackson.

Wishlist: Poster

Hoje eu vou inaugurar uma nova categoria: a WishList. Quem gosta de filme normalmente gosta de trilha sonoras, poster, livros sobre os tema e todas as outras peças que remetam a esse universo ou a seu filme preferido. Infelizmente nem sempre é possível adquiri-la (quem nunca teve problema com $$ e espaço que atire a primeira pedra!!!), mas o que vale é a troca de experiência e dicas, certo?

Desde a adolescência, eu adoro pôster. Tive vários colados na parede do meu quarto e hoje, mais comedida, tenho cinco em casa: E O Vento Levou, My Fair Lady, Bonequinha de Luxo, Moulin Rouge e Cantando na Chuva.  Como meu espaço é pequeno, eu transformei calendários em  miniquadros e, posso dizer, estou beeem satisfeita com o resultado (e com a reãção das pessoas). Veja só um exemplo:

 Na onda de Alice e fã do Tim Burton, confesso que fiquei dor no coração por não ter uma bela sala de TV para que pudesse exibir esse lindo poster do Chapeleiro Louco.

 

À venda na FNAC por R$ 26,99, o pôster de Alice é mais alegre, mas não mais bonito que o de Edward Mãos de Tesoura.

 

Fãs da Audrey  

e do Star Wars também não vão se decepcionar com o acervo da Fnac.

 

A Americanas.com possui opções mais baratas e em PB. Com paciência, é possível encontrar uma ou outra  coisa que valha a pena.  

Eu, particularmente, acho que vale investir um pouco mais para ter um clássico e  um dos melhores acervos que encontrei é a Casa do Poster, de Santos, que vende pela internet e tem clássicos como Operação Dragão,

Vertigo

e Curtindo a Vida Adoidado.

 

Quem me surpreendeu foi a Wall Street Poster. As opções no site não se limitam àquelas expostas nos shoppings e são até mais baratas que a da FNAC.  Os fãs do Tarantino e de Pulp Fiction

                                      

e do Al Pacino/Scarface vão ficar satisfeitos.

 

 O melhor lugar, porém, é o art.com. Os melhores posteres e retratos estão, sem dúvida alguma,  lá. Conto um segredo? Eu até me perco…

    

   

E você? Tem poster em casa? Qual é o seu preferido?

Frame: Oscar

Então, vamos falar do Oscar. Só que, mais do apontar os meus favoritos, eu queria relembrar os grandes momentos dessa festa.

Regras do Jogo

1) Qualquer comentário é bem-vindo.

2) Coloquei aqui aqueles que lembro, que vivi e torci. E isso quer dizer que alguns clássicos, como O Poderoso Chefão e E O Vento Levou, não serão citados. (porque eu não sou tão velha assim…)

3) Os vídeos mais antigos foram desativados e você terá que ver no youtube. Como diz a Pink, Please don’t leave me.

4) Os meus critérios são completamente subjetivos. Sim, os seus também podem ser.

BEST PICTURE

Vocês sabem que meu coração pertence a Bastardos Inglórios, mas não acho que esse ano será do Tarantino.

1994, porém, foi um grande ano. Essa categoria foi apresentada por Robert De Niro e Al Pacino (eu sei: OMG! OMG! OMG!) e os concorrentes eram Forrest Gump, 4 Casamentos e 1 Funeral, Pulp Fiction (Melhor Overdose e Dança), Quiz Show e Um Sonho de Liberdade.

E o ganhador é um clássico, daqueles que a gente cita frases até hoje:

Actor in a Leading Role

Meu feeling diz que esse ano será do Jeff Bridges. A minha torcida é pelo Colin Firth (na verdade, eu só não fico feliz se o Jeremy Renner, de Guerra Ao Terror, ganhar. Nada pessoal, mas acho que pode comer um pouco mais de grama antes de levar a estatueta para casa).

Há muito tempo ele não faz um filme bom, mas tudo bem. Depois de Hannibal Lecter, Anthony Hopkins pode tudo.

Eu aposto, porém, que você se lembra do ROBERTO!

  

E ainda, na noite de homenagem ao Sidney Poitier

o Oscar (oh, I Love My Life!) do Denzel.

Actor in a Supporting Role

Dá um aperto no peito pelo Christopher Plummer, mas it’s a Bingooo. Christoph Waltz é o cara!! 

A lista de atores coadjuvantes é impressionante, mas alguém é páreo para o Coringa do Heath Ledger?

And this is for his beautiful Matilda! \o/

 Actress in a Leading Role

 Todo mundo sabe que eu amo a Meryl. E ela passou por todo o estresse pré-premiação 16 vezes e pela frustração de voltar com as mãos abanando 14 vezes.

Meryl darling, I’m sorry. Receio que essas estatísticas vão aumentar, porque eu também estou torcendo para a Sandra.

E o momento? Ah, a Julia né? Adoro Julia, adoro o sorriso, a gargalhada, a veia estourando na testa, adoro o humor, adoro o vestido, love it all!!

Evocando o passado rapidamente, um bocadinho de Audrey (ainda mais por A Princesa e O Plebeu que foi um dos primeiros posts desse blog —->veja aqui.)

Actress in a Supporting Role

Eu não vou escolher a Mo’Nique, porque eu tenho medo dela. So the Oscar goes to… Maggie Gyllenhaal!!

 E escolher uma ex-ganhadora foi difícil. Teve a Jennifer Hudson (porque eu gosto dela, gosto de Dreamgirls e gosto de American Idol),

a Catherine Zeta-Jones (que quase deu a luz na premiação) e

a Penélope.

Animated Feature Film

Eu torço por UP e o adorável Mr. Fredricksen(cuja voz é do Christopher Plummer).

 Essa categoria passou a existir em 2001 somente – tanto é que A Bela e A Fera concorreu a Melhor Filme no passado.

Directing

Tarantino, bóvio!

 E um momento marcante (e idiota, mas conveniente) foi o James Cameron gritando I’m the king of the world!

(E, se ele já se sente o rei do mundo, ele não precisa ganhar agora, certo?)

Writing (Original Screenplay)

Tarantino por Bastardos Inglórios!

 

E quem esquece dessa dupla?

Music (Original Song)

Nine! Nine! Nine!

Essa é uma das categorias que eu mais gosto e costuma nos brindar com apresentações marcantes, como a Madonna nervosa e desafinada com You Must Love (Evita),

um Aerosmith comportado (Armageddon),

a Whitney engolindo a Mariah (O Príncipe do Egito),

e Celine e Andrea Bocelli, cantando a música da animação A Espada Mágica (lembro que a Meryl chorou!! ´É, sim, de tão lindo!!).

Aliás, você pode não gostar dela, mas Celine reina no Oscar. Cantou a música de A Bela e A Fera,

 do Titanic e

de Íntimo e Pessoal.

Nesse ano (1997), ela cantou ainda I Finally Found Someone, de O Espelho Tem Duas Faces. A música é da Barbra, que se recusou a comparecer a cerimônia por não ter sido indicada a melhor atriz. Bafão!!!

Essa é a original, com Barbra e Bryan Adams.

Adooooooooooooooooooooooro!

PS1: Outro bafão, desta vez do ano passado, a Jen Aniston toda sorridente em frente ao Brad.

PS2: Tem o beijão do Adrien Brody na Halle ‘Storm’ Berry.

PS3:  o escândalo do Cuba Gooding Jr.

PS4: E aí?