Ranking: 10 filmes do Sundance Film Festival

Confira os filmes que estão “causando”, segundo Richard Lawson.

10. The Future

Miranda July (já retratada nesse post) cria, dessa vez, a história de um casal unido por um gato, o verdadeiro narrador dessa história.

9. Homework

Alicia Silverstone renasce das cinzas, ao lado da Sra Tom Hanks (Rita Wilson),  do gatíssimo Blair Underwood e da sobrinha da Julia (Emma Roberts), em um filme que trata da vida de um adolescente que aprende um pouco mais sobre essa vida quando conhece “a mulher dos seus sonhos”.

8. Salvation Boulevard

Comédia sobre um ex-hippie que tem que ir para o limbo após decidirem que ele não é tão santo quanto o resto da igreja. Elenco, no mínimo, interessante: Jennifer Connelly, Marisa Tomei, Greg KinnearPierce Brosnan.

7. Martha Marcy May Marlene

Elizabeth Olsen (mais uma?) protagoniza a história da jovem que tenta reconstruir sua vida após fugir de um culto nebuloso.

6. The Ledge

E a religião é, de novo, mote de um filme, que tem outra fênix no elenco, Liv Tyler.  O  thriller mostra a violência desencadeada por um argumento apresentado por ateu a um cristão conservador.

5. Life in a Day

Imagine um filme feito a partir de fragmentos enviados por pessoas de várias partes do mundo.  A proposta? Eles deveriam mostrar o que estavam fazendo em 24 julho de 2010. A colcha de retalhos foi costurada pelos diretores Kevin MacDonald e Ridley Scott e estreia hoje (27/01) em Sundance, com transmissão ao vivo no youtube.

4. Red State

Não sei se é o fim do mundo, mas a religião é também tema de um  filme de terror, liderado por Kevin Smith, sobre  um grupo de pessoas que se vê frente a frente com o fundamentalismo extremo.

3. Higher Ground

Nhé! Vera Farmiga dirige e protagoniza o drama de uma mulher que dedica 20 anos da sua vida ao fundamentalismo. Um dia ela ela decide partir… to infinity and beyond! Ok, ok. Foco.

2. Page One

Documentário feito a partir da experiência de Andrew Rossi em um departamento do  New York Times. Nas palavras de Richard  Lawson, “Should be thrilling for media nerds everywhere“.

1. Margin Call

A crise financeira de 2008  é revisitada nesse thriller liderado Kevin Spacey (Que prazer rever você!!) .  Demi Moore, Mary McDonnell e o incansável Stanley Tucci também integram o elenco.

Noiva em Fuga por Melhor Descoberta, Vestido e Declaração

Mais um clássico de Julia Roberts, que repetiu a dobradinha com o Richard Gere nove anos depois de Pretty Woman.

Três motivos para ver Noiva em Fuga:

1) A descoberta de Maggie Carpenter: indecisa, ela não sabia nem como preferia seu ovo, acompanhando sempre o gosto do homem que estivesse ao seu lado. Com um empurrãozinho, Maggie descobre bem mais do que isso.

2) Dos vestidos de noiva da Maggie, o que eu mais gosto e quero para mim é aquele que ela usou na quarta tentativa de casamento (sim, com o Ike). Adoro a transparência e o movimento (como um sino!!).

3) A declaração.

Maggie Carpenter: I love you, Homer Eisenhower Graham. Will you marry me?
Ike Graham: I… I’ve got to think about this a little bit.
Maggie Carpenter: Good. I was hoping you’d say that.
Ike Graham: [laughing] You were not!
Maggie Carpenter: I was, because if you said “yes” right away, then I wouldn’t get to say this next part, and I’ve been practicing.
[Maggie sits down, clears her throat]
Maggie Carpenter: Ready?
Ike Graham: I’m listening.
Maggie Carpenter: I guarantee there’ll be tough times. I guarantee that at some point, one or both of us is going to want get out. But I also guarantee that if I don’t ask you to be mine, I’ll regret it for the rest of my life. Because I know in my heart… you’re the only one for me.

 

PS1: Você já conhece a The Gere Foundation?

PS2: Além da dupla, Noiva em Fuga tinha bons coadjuvantes: Joan Cusack, Hector Elizondo (que também trabalhou em Pretty Woman), Rita Wilson (Mrs Hanks) e Christopher Meloni, o detetive Elliot Stabler, de Law & Order SVU.

Jesus!

Simplesmente Complicado por Melhor Conselho

A Meryl Streep levou o Globo de Ouro por Julie&Julia, mas eu fui investigar os motivos pelos quais ela recebeu a indicação por Simplesmente Complicado.

O trailer é uma boa degustação do que o ótimo elenco e diretora (we looooove Nancy Meyers!!) nos reservaram.

E é óbvio que Meryl está extraordinária, Alec está muito bem, Steveé o Steve…

Eu gostei de uma cena, que provavelmente passou despercebida por muita gente, que é a sessão de análise. Jane chega toda angustiada e verborrágica, exige pelo menos uma vez uma resposta concreta e o conselho do terapeuta é:

Let go, Jane. It can’t hurt.

Não é perfeito? Ele continua em cima do mundo, Jane entende como quer, você entende como preferir… Leve e perfeito!

Bom, o auge do filme – você já viu no trailer – é quando o povo fica chapado.

Primeiro rola o convite:

E aí…bem, essa é só uma partezinha da confusão.

PS1: Essa foi a parte que Meryl mais gostou também, segundo revelou em entrevista.

PS2: O lançamento de Simplesmente Complicado está previsto para Fevereiro (uh-uh alegriaaa…).

PS3: Quem também participa do filme é  John Krasinski, de The Office e futuro Mr. Emily Blunt.

PS4: Meryl causou no Critics Choice Awards. Primeiro ela matou todas nós de inveja ao dar um UPA gos-to-s- no também gostoso Bradley Cooper

… e depois entrou na palhaçada de Sandra Bullock, com quem dividiu o prêmio de  Melhor Atriz.

Veja o vídeo aqui.

Casamento Grego por Melhor Descoberta

my-big-fat-greek-wedding-splash

Essa vida é mesmo cheia de mistérios…

PS1: Eu não me canso de ver a tia falando bobópsia.

PS2: O Nick, irmão mimado da Toula, solta uma frase bonita: Don’t let your past dictate who you are, but let it be part of who you will become.

PS3: Enquanto isso, a mãe tem a seguinte teoria: Let me tell you something, Toula.  The man is the head, but the woman is the neck.  And she can turn the head any way she wants.  ã? ã? ã? Sacou?

PS4: Todo mundo sabe que um dos primos é o Joey Fatone, do ‘N Sync, ex-boy band do Justin Timberlake.

PS5: Tom Hanks e a esposa Rita Wilson assinam a produção do filme. Aliás, ela também promoveu o último filme da Nia Vardalos, Falando Grego. Faz, ainda, uma pontinha como a mulher do Richard Dreyfuss.

PS6: Falando em Nia Vardalos, ela fez uma participação especial no episódio 10 ou 11 de Drop Dead Diva, uma das melhores novidades da TV a cabo. O seriado estreia na Sony somente em 16/11, mas você pode saber mais sobre essa sitcom nesta resenha da Folha ou no querido Séries é Aqui.

The Wonders – O sonho não acabou por Melhor Sing-along

wonders01

Nada como um bom sing-along para levantar o ânimo…

…ainda mais se tiver  legenda em português (e lembrar o Vale a Pena Ouvir de Novo, da extinta Rádio Cidade 96,9).