Ranking: 10 comerciais feitos por diretores de cinema

Quando o cinema invade a propaganda…

10. Alejandro Iñárritu para a P&G

A ideia desse post nasceu deste texto da Marili e da emocionante narrativa criada pelo diretor mexicano.

9. Martin Scorsese para Chanel

Em 2010, mais um encontro de Martin com os Stones.

8. Brett Raitner para Guitar Hero

Esse rodou o mundo e ganhou várias versões (veja aqui)

7. Fernando Meirelles para TAM

Pena que essa Seleção de 2010…

6. Ridley Scott para Apple

Em 1984, sem Steve, o Mac tinha um quê de Alien, o 8º Passageiro.

5. David Fincher para Adidas

O cara é f… e garantiu à Adidas o Clio Awards de 2003.

4. David Lynch para Sony

Louco (ou perturbado?) como o seu criador…

3. Michael Bay para Victoria Secrets

Babador para os homens, por favor…

2. Michel Gondry para Smirnoff

Você pensaria que esse cara fez The Matrix, mas fez Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças. Tava com muita vodca na cabeça…só pode…

1. Martin Scorsese para American Express

Porque a gente não resiste aos dois (ou aos três?)

Anúncios

Gerard Butler por Melhor Ator

Eu sei o que você está pensando: eu enlouqueci e estou baixando o nível.

Não, não, eu juro que não é isso, minha gente!! Vocês  já sabem que uma das “razões de viver” desse blog é corrigir injustiças. E hoje, num momento totalmente altruísta (e modesto), eu resolvi corrigir uma injustiça minha.

É isso mesmo. Há anos eu falo mal do Gerard Butler. Para mim, ele havia sido o Rei Leônidas e ponto.

Era ator de um papel só e não se dava conta disso.  Pior: estava acabado e tinha embagulhado (é isso mesmo, garotos! nós também usamos essa palavra!!).

Não me culpem!

Poxa, ele vivia envolvido em uma série de boatos, que incluiam até a Gloria Maria, e…

… foi completamente engolido pelo Jeffrey Dean Morgan aka Danny em PS Eu te amo (Ou você vai negar que pensou que o Gerry serviu pelo menos para apresentar a Holly para o talentoso William?)   

A partir daí, eu passei a ignorar todos os filmes dele – até os trailers me davam preguiça e eram utilizados para corroborar a minha tese.

Isso mudou em meados de 2009, quando, num momento de fraqueza, eu concordei em ver Código de Conduta. E juro que não foi a cena abaixo que me convenceu…

… de que o cara é bom.

Código de Conduta é um daqueles thrillers que você mal consegue respirar.

Ainda assim, eu achava que podia ser influência do Jamie Foxx e, por isso, eu aluguei no último fim de semana A Verdade Nua e Crua, que eu tinha me recusado a ver no cinema.

Posso falar?

O filme vale por ele.

É isso mesmoque você ouviu. Eu adoro a Katherine Heigl e ela tem o seu momento no filme,

mas, ainda assim, é a Izzie em todo e qualquer papel (convenhamos, gente, no Grey’s Anatomy, ela já fez papel de deprimida, doente, boba, sedutora, bacaninha…).

Mas o Mr Butler…

3 sílabas: OH-LA-LA!

PS1: Gerard Butler participou do Globo de Ouro, ao lado de Jennifer Aniston.

 PS2: Eles estão juntos em The Bounty.

PS3: Eu fiquei nude quando descobri que Gerard era o personagem principal na versão de Joel Schumacher para O Fantasma da Ópera.

PS4: Segundo O Globo (via Ego), ele passará o carnaval no Rio (Por favor, não me envergonha, Gehard. Não dê uma de JCVan Damme. Não me faça retirar todos os elogios).

PS5: Também empresta sua voz para um viking da nova animação da Dreamworks, Como Treinar o Seu Dragão.

PS6: De acordo com o Terra, estaria ainda disposto a torcer pelo Brasil na Copa da África do Sul. Simpaticão, vai? 

Taí. Gerard Butler – Melhor Ator.