Nosso Amor de Ontem por Melhor Sacode a Poeira e Dá a Volta por Cima

No último episódio da 2ª temporada de Sex and The City, Miranda comenta que Carrie que está vivendo a mesma situação de Kkkatie, a heroína de Barbra Streisand em Nosso Amor de Ontem.

E é inspirada nela que Carrie encontra coragem para  enfrentar Mr Big e  sua Natasha no The Plaza.

 

A cena original de Barbra é essa aqui:

 

PS: Nosso Amor de Ontem recebeu 6 indicações ao Oscar e levou duas estatuetas para casa por trilha e música.

PS2: Barbra canta até hoje The Way We Were.

 

PS3: Veja o trailer do filme de 1973.

Anúncios

Sex and The City por Melhor Lembrete

Passa ano, entra ano e Sex and The City não perde a majestade. É impressionante como Candace Bushnell  conseguiu captar a alma feminina e, de lambuja, ainda nos lembrar de algumas coisas. É praticamente um oráculo.

Embora já tenha recebido outra indicação aqui nesse blog, o filme Sex and The City não é tão genial quanto a série. Tem, porém, seus momentos. Recentemente, uma amiga me lembrou do que Miranda disse para Carrie, quando esta disse que não sentia mais nada.

Miranda was right. When something was really really funny, I laughed.

PS: Obrigada, Candance. Obrigada, P.

Frame: Os Mais Estilosos do Cinema

Em tempos de SPFW e Sr. e Sra. Moore desfilando por  terras canarinhas, lembramos como a  moda influencia a sétima arte e vice-versa. E não estamos falando só de Sex and The City. A GQ, uma espécie de Vogue masculina, pediu para seus contatos estilosos escolherem os personagens dos filmes que mais os inspiraram. Eis os indicados deles:

1. Harrison Ford em Indiana Jones e Os Caçadores da Arca Perdida (1981)

2. Paul Newman e Robert Redford em Butch Cassidy e Sundance Kid (1969)


3. O elenco de  Tubarão (1975)

4. Donald Sutherland em Inverno de Sangue em Veneza (1973)

5. Robert Downey Jr. em  Homem de Ferro (2008)

6. Edward Fox em O Dia do Chacal (1973)

7. Daniel Craig em 007  Cassino Royale (2006)

8. O elenco de O Leopardo (1963)

9. O elenco de A Rainha Margot (1994)

E aí? Inspirou? Qual seu look preferido?

Abs,

@abelardobarbosa

Eu sou a Lenda por Melhor Explicação

O quê? Você não sabe quem é Bob Marley? O  Will te explica:

He had this idea. It was kind of a virologist idea. He believed that you could cure racism and hate… literally cure it, by injecting music and love into people’s lives. When he was scheduled to perform at a peace rally, a gunman came to his house and shot him down. Two days later he walked out on that stage and sang. When they asked him why – He said, “The people, who were trying to make this world worse are not taking a day off. How can I? Light up the darkness.

 

PS1:  Não que eu esteja contando, mas a Alice Braga teve mais diálogos em Hollywood do que o Rodrigão, que se aventura há mais tempo na Terra do Tio Sam

Badaladinha, ela já foi até eleita pela Vanity Fair como uma das atrizes mais promissoras da nova geração.

PS2: Em 2011, Alice deve ser vista em The Rite, ao lado de Anthony Hopkins, …

… e em On The Road, do Waltinho, baseado no livro de Jack Kerouac e com um elenco formado por Kristen Stewart, Kirsten Dunst, Amy Adams, Viggo Mortensen, entre outros. Tá bom ou quer mais?

PS3: Enquanto isso, a Tia Sonia, por quem Alice não morre de amores, fez uma participação bem decente em Brothers&Sisters (eu fiquei meio traumatizada com Sex and The City)….

…e em As Cariocas, ao lado do Fagundes.

WishList: Cartas de Amor

Você lembra dessa cena de Sex And The City – O Filme

 Essa cena fez muitas fãs do seriado, e romântica inveteradas, correrem para as livrarias em busca do tal livro de cartas de amor. Pois deram com os burros n’água!!!

O livro não existia e isso virou até matéria na americana CBS e no inglês Independent.

Graças ao capitalismo selvagem, autores e editoras correram para lançar obras com as cartas de Napoleão Bonaparte, Ludwig van Beethoven e cia.

 É o caso de Ursula Doyle, responsável por Cartas de Amor de Homens Notáveis, lançado no Brasil pela Best Seller

Fala sério!!!

Provavelmente foi um dos livros mais fáceis de fazer e um dos mais prazerosos de ler.

“Com os membros trêmulos e a alma febril, me deliciei. Convulsões, suspiros e murmúrios mostraram a imensa desordem dentro de mim, desordem que o beijo só fez aumentar, pois aqueles lábios queridos injetaram em meu coração e em minhas entranhas um veneno delicioso e uma ruína inevitável, mas encantadora”

De William Congreve para a Sra Arabella Hunt.

 

Fãs de Carrie e Big,  relaxem!!

O famoso “Para sempre vosso. Para sempre minha. Para sempre nosso“, de Ludwig, também está lá.

 

PS1: Na Amazon, é possível encontrar uma dezena de livros sobre cartas de amor. Um deles é o Love Letters Of Great Men – Vol. 1. É igualzinho, ou bem parecido, com o da Carrie.

PS2: O meu eu comprei na Saraiva mesmo e foi bem baratinho. Passa lá, BOBA!

Cabaret por Melhor Música

Nesse filme e nessa cena, a gente entende por que a Liza não era só a filha da Judy Garland com o Vincente Minelli. Ela também foi uma diva.

PS1: Lançado em 1972, Cabaret ganhou 8 Oscars. Fala sério!!

PS2: Eu tenho certeza que os fãs de Glee reconhecem e gostam de Maybe This Time.

Clap! Clap! Clap!

PS3: Liza reaparece em 2010 na trilha de Sex And The City 2 cantando Single Ladies, da Beyoncé.  

PS4: Aliás, veja quem mais já cantou essa música aqui.

PS5:  Já falamos da Judy Garland aqui e do Vincente aqui.

 

Sex and The City por Melhor Cocota

sex-and-the-city-the-movie-200805151105042462

Alguém não concorda que a Charlotte é a melhor amiga…

…e a melhor coisa desse filme?

PS1: Para mim, a Charlotte é a personagem mais autêntica e decidida, pois desde o início, e estou falando desde os tempos do seriado, ela soube e correu atrás do que queria.

PS2: A Carrie atingiu o auge da chatice nesse filme, mas são dela três boas frases:

a) Some love stories aren’t epic novels.  Some are short stories but that doesn’t make them any less filled with love.

b) Maybe some labels are best left in a closet.  Maybe when we label people – bride, groom, husband, wife, married single – we forget to look past the label to the person.

c) You can’t stop being who you are because you’re afraid.

PS3: É esperada para maio de 2010 a sequência de Sex and The City The Movie, com participações já confirmadas de Liza Minelli, Jason Lewis e Penelope Cruz.