Cloud Atlas por Melhor Reflexão

A Viagem_TomHanks

Esse post é uma homenagem a um longa que foi completamente esnobado pela Academia. Nem em maquiagem foi considerado, o que é uma injustiça (vide o Tom Hanks aí em cima).

Verdade seja dita: A Viagem não é um filme fácil. Várias e diferentes histórias são contadas ao mesmo tempo e aos poucos, gerando uma boa confusão e uma única pergunta:

Imagem

Justiça seja feita: um dos narradores avisa logo no início que “enquanto minha experiência como editor me levou a um desdém por flashbacks e flash forwards e todos os truques,  eu acredito que se você puder, caro leitor,  estender sua paciência por apenas um momento, você vai descobrir que existe um método para este conto de loucura”.

E tem, acreditem. Quando as histórias evoluem e os pontos se conectam, A Viagem revela-se um filme bem bonito, principalmente para quem acredita em destino e vida após a morte.  E em vários trechos o espectador é levado a reflexão.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Sim, o elenco de A Viagem é um show à parte. Um pequeno grupo de talentosos atores completamente transformados para cada história.

Imagem

A história  preferida desse blog é a do advogado interpretado por Jim Sturgess, de Um Dia. Durante uma visita a uma fazenda, ele se depara com um escravo sendo açoitado. Sem nunca tê-o visto antes, o escravo o olha fixamente.  Mais tarde, o advogado pergunta o motivo.  A resposta causa arrepio:

Pain is strong, aye – but friends’ eyes, more strong

E foi esse encontro, do advogado com o escravo, que gerou essa cena:

Anúncios

Uma Dupla Quase Perfeita por Melhor Fofurinha

Amar é… achar esse saco de pelos a coisa mais feiosa, babona, irritante e …

 

…FOFINHA!

 

 

A pergunta é: quem nunca?

 

PS: Esse filme também poderia ser indicado na categoria Pet. No entanto, o coração dessa blogueira fica derretido com o olhar babão do Hooch.

PS2: Uma Dupla Quase Perfeita, ou Turner & Hooch, é de 1989

Quero Ser Grande por Melhor Merchandising



Dizem que foi por acaso. Golpe de sorte do destino ou não,  fato é que a FAO Schwarz tornou-se mundialmente conhecida quando os produtores de Quero ser Grande decidiram colocar o jovem Tom Hanks tocando e dançando O BifeHeart and Soul.

Inesquecível essa cena, não?

PS1: Tradicional marca e fabricante de brinquedos, a FAO Schwarz foi comprada em 2009 pela Toys ’R’ Us.

PS2:  O criador desse piano, The Walking Piano,  foi o italiano Remo Saraceni. O equipamento/brinquedo sofreu várias adaptações ao longo dos anos e pode ser encontrado em vários tamanhos. Legal, né?

PS3: Sabe quem também ama esse piano?

Hommer Simpson

PS4:  Quero Ser Grande recebeu duas indicações ao Oscar – incluindo, melhor ator para Tom. Ele, aliás, ganhou o Globo de Ouro com esse filme.

PS5: Se você segue o Tom no twitter,  então está ligado que ele só fala de uma coisa: Larry Crowne.

Ranking: Empire State Building no Cinema

Hoje, 01/05/2011, um dos edifícios mais famosos do mundo completa 80 anos. O Empire State Building já foi destaque em vários filmes. Relembre nove filmes agora:

9. Tarde Demais para Esquecer

Não foi o primeiro, mas, com certeza, é o mais famoso. Tarde demais para Esquecer inspirou vários casais a marcar encontro no ESB, assim como Cary Grant e Deborah Kerr.

8. Sintonia de Amor

Tarde Demais para Esquecer não só serviu como inspiração como também é citado no filme de Nora Ephron com Tom Hanks e Meg Ryan.

7. Annie Hall

Esse é somente um dos filmes de Woody, um apaixonado por Manhattan, a ter o ESB como cenário.  

6. O Dia Depois de Amanhã

Mais um filme catástrofe que deixou o ESB congelado.

5. Independence Day

Não, eles não pouparam o ESB. Miseráveis!

4. Percy Jackson e o Ladrão de Raios.

Imagine você: o Monte Olimpo é bem em cima do ESB.  Mundo pequeno, não?

3. Superman II

Neste filme, Metrópolis abre espaço para marcos internacionais, como a Torre Eiffel e o ESB, que tem a sua antena arrancada. Mais um trabalho para o Superman!

2. Harry & Sally

 

Adivinha?   O apartamento do Harry tinha vista para o ESB.

1. KING KONG

Precisa falar alguma coisa?

PS1: O ESB tem 381 metros e 102 andares. Atrai mais de 3,5 milhões de visitantes anualmente.

PS2: Hoje o ESB é apenas o terceiro prédio mais alto dos EUA.

PS3: Em 1945, um avião B-25 bateu no ESB. Sua estrutura não foi abalada.

PS4: Marco romântico, o ESB também já foi palco de várias tentativas de suicídio. Por isso, a administração resolveu, em 1947, instalar cercas protetoras no terraço do 86º andar.

Ranking: 10 filmes do Sundance Film Festival

Confira os filmes que estão “causando”, segundo Richard Lawson.

10. The Future

Miranda July (já retratada nesse post) cria, dessa vez, a história de um casal unido por um gato, o verdadeiro narrador dessa história.

9. Homework

Alicia Silverstone renasce das cinzas, ao lado da Sra Tom Hanks (Rita Wilson),  do gatíssimo Blair Underwood e da sobrinha da Julia (Emma Roberts), em um filme que trata da vida de um adolescente que aprende um pouco mais sobre essa vida quando conhece “a mulher dos seus sonhos”.

8. Salvation Boulevard

Comédia sobre um ex-hippie que tem que ir para o limbo após decidirem que ele não é tão santo quanto o resto da igreja. Elenco, no mínimo, interessante: Jennifer Connelly, Marisa Tomei, Greg KinnearPierce Brosnan.

7. Martha Marcy May Marlene

Elizabeth Olsen (mais uma?) protagoniza a história da jovem que tenta reconstruir sua vida após fugir de um culto nebuloso.

6. The Ledge

E a religião é, de novo, mote de um filme, que tem outra fênix no elenco, Liv Tyler.  O  thriller mostra a violência desencadeada por um argumento apresentado por ateu a um cristão conservador.

5. Life in a Day

Imagine um filme feito a partir de fragmentos enviados por pessoas de várias partes do mundo.  A proposta? Eles deveriam mostrar o que estavam fazendo em 24 julho de 2010. A colcha de retalhos foi costurada pelos diretores Kevin MacDonald e Ridley Scott e estreia hoje (27/01) em Sundance, com transmissão ao vivo no youtube.

4. Red State

Não sei se é o fim do mundo, mas a religião é também tema de um  filme de terror, liderado por Kevin Smith, sobre  um grupo de pessoas que se vê frente a frente com o fundamentalismo extremo.

3. Higher Ground

Nhé! Vera Farmiga dirige e protagoniza o drama de uma mulher que dedica 20 anos da sua vida ao fundamentalismo. Um dia ela ela decide partir… to infinity and beyond! Ok, ok. Foco.

2. Page One

Documentário feito a partir da experiência de Andrew Rossi em um departamento do  New York Times. Nas palavras de Richard  Lawson, “Should be thrilling for media nerds everywhere“.

1. Margin Call

A crise financeira de 2008  é revisitada nesse thriller liderado Kevin Spacey (Que prazer rever você!!) .  Demi Moore, Mary McDonnell e o incansável Stanley Tucci também integram o elenco.

Prenda me se for Capaz por Melhor Abertura

Melhores aberturas de filmes já foi bastante comentado por aqui. Mas como recentemente uma animação  ganhou o Emmy Awards de Melhor Abertura (Outstanding Main Title Design), a da série da HBO, Bored to Death nas não tão divulgadas categorias de arte do prêmio, me fez lembrar da brilhante abertura em animação do filme Prenda me se for Capaz (2002).

Confira a animação de abertura de Bored to Death:

Só a animação de abertura de Prenda me se for Capaz já é suficiente para gostar do filme: é intrigante,  chega a ter um roteiro independente do filme e você consegue se envolver com a narrativa contada por estilosos bonequinhos croquis. E a trilha que a acompanha é igualmente incrível. Confira abaixo:

Concordam?

Abs,

@abelardobarbosa