Frame: Uma Thurman ataca de Marilyn em Smash

Happy birthday, Mr President…

PS1: Com duas semanas de atraso, eu comento no blog que Uma Thurman faz companhia à Anjelica Huston em Smash. Ela é Rebecca Duvall, uma pop star que topa interpretar Marilyn no teatro. Além de não ter muita voz (a concorrência é forte), ela é ardilosa.

PS2: Smash, e que fique registrado, é um dos meus seriados favoritos no momento. Bota Glee no bolso! Os críticos e a audiência se dividem em relação ao show: uns gostam; outros não – principalmente pela falta de canções conhecidas. Graças a Deus, a NBC é sábia (eventualmente) e já anunciou a segunda temporada. Fãs, como eu, de Let me Be Your Star

…e History is Made at Night agradecem!

Anúncios

Frame: Decifrando Gary Oldman

The Sunday Times Magazine

Então eu me apaixonei pela edição de domingo do The Sunday Times. Em 4 de Setembro, a The Sunday Times Magazine trouxe uma matéria de cinco páginas com Gary Oldman, que finalmente assume o papel principal de um filme.

Trata-se de Tinker, Tailor, Soldier, Spy – filme do ex-M16 John le Carré e cujo poster estava espalhado por toda Londres.

poster oficial

Algumas curiosidades da matéria:

– Oldman nunca foi nem indicado a um Oscar. Durante a entrevista com Paul Smith, o ator dividiu uma conversa que teve com o colega Colin Firth, que também trabalha no filme de Carré.

Well, you know what it’s like“, disse “Mr Darcy” sobre indicações.

No, I don’t“, respondeu Oldman.

You’ve never been nominated?“, perguntou Firth.

No. I find that unfathomable“, completou Oldman.

Me too! Mal posso acreditar.

– Gary VIVEU bem – além da conta, talvez. Era alcoólatra e resolveu se tratar depois que a terceira mulher pediu separação. Dizem que, em uma das bebedeiras, ele chegou a queimar acidentalmente o filho. E foi por causa dos filhos que ele resolveu deixar pra trás seu passado de lama e se tornar um pai presente e, sempre que preciso, exigente.

– Quando deixou a reabilitação, escreveu e dirigiu seu primeiro e único filme, Nil By Mouth, uma maneira, dizem, de exorcizar os fracassos do próprio pai.

– Gary também começou a aceitar papéis em blockbusters, rejeitados até então, como Batman e Harry Potter.

– E, quando falam de Batman, ele não deixa de lembrar do amigo Heath Ledger, cuja morte o devastou. “shocked, couldn’t believe it. You know, just, like, an arrow, like I’ve been shot. Oh, f***! F***! Lovely kid, you know? […] Only 28″.

– Segundo a reportagem do Sunday Times, Oldman ficou meio traumatizado com o fracasso do terceiro casamento e por isso demorou muito tempo para investir novamente em uma relação. A esposa atual, Alex Edenborough, foi apresentada pelo melhor amigo, agente e guarda costas, Doug.

– aliás, ele já foi casado com a Uma Thurman. Ela tinha apenas 18 anos e ele, 30.

A pergunta que não quer calar é: quem topa uma aposta de que o próximo Oscar é dele? O/

 

Ligações Perigosas por Melhor Resposta

Sabe o quê?

It’s beyond my control!

Ranking: Empire State Building no Cinema

Hoje, 01/05/2011, um dos edifícios mais famosos do mundo completa 80 anos. O Empire State Building já foi destaque em vários filmes. Relembre nove filmes agora:

9. Tarde Demais para Esquecer

Não foi o primeiro, mas, com certeza, é o mais famoso. Tarde demais para Esquecer inspirou vários casais a marcar encontro no ESB, assim como Cary Grant e Deborah Kerr.

8. Sintonia de Amor

Tarde Demais para Esquecer não só serviu como inspiração como também é citado no filme de Nora Ephron com Tom Hanks e Meg Ryan.

7. Annie Hall

Esse é somente um dos filmes de Woody, um apaixonado por Manhattan, a ter o ESB como cenário.  

6. O Dia Depois de Amanhã

Mais um filme catástrofe que deixou o ESB congelado.

5. Independence Day

Não, eles não pouparam o ESB. Miseráveis!

4. Percy Jackson e o Ladrão de Raios.

Imagine você: o Monte Olimpo é bem em cima do ESB.  Mundo pequeno, não?

3. Superman II

Neste filme, Metrópolis abre espaço para marcos internacionais, como a Torre Eiffel e o ESB, que tem a sua antena arrancada. Mais um trabalho para o Superman!

2. Harry & Sally

 

Adivinha?   O apartamento do Harry tinha vista para o ESB.

1. KING KONG

Precisa falar alguma coisa?

PS1: O ESB tem 381 metros e 102 andares. Atrai mais de 3,5 milhões de visitantes anualmente.

PS2: Hoje o ESB é apenas o terceiro prédio mais alto dos EUA.

PS3: Em 1945, um avião B-25 bateu no ESB. Sua estrutura não foi abalada.

PS4: Marco romântico, o ESB também já foi palco de várias tentativas de suicídio. Por isso, a administração resolveu, em 1947, instalar cercas protetoras no terraço do 86º andar.

Kill Bill por Melhor Objeto de Desejo

Eu fiz esse comentário no Moovee.me e faltou fazer aqui:

Tem dias que tudo que eu queria era uma Hattori Hanzo.

PS1: Mais Kill Bill aqui.

Frame: Tal Pai, Tal Filho

Mais uma curiosa descoberta do Favoritos é este blog sobre filhos dos famosos.

É legal ver que o filho da Melanie Griffith com o Don Johnson é uma miniatura do pai,

…enquanto o do Ethan Hawke é a cara da mãe, Uma Thurman.

Ou ver que o filho do Arnold puxou a beleza dos Kennedy (por que ele está enrolando o dedo no paletó?).

Todo mundo só fala da Suri, mas olha que belezinha está o Connor, filho da Nicole com o Tom.

Eu entendi também que o Jim Carrey não estava brincando quando postou a foto de um bebê no  twitter e o chamou de neto.

 Quer ver mais fotos? Clique aqui.

Be Cool por Melhor Tique Nervoso

Be Cool: O Outro Nome do Jogo foi uma tentativa (frustrada) do roteirista Peter Steinfeld  e do diretor F. Gary Gray de ser tão cool quanto o Tarantino.

E eles jogaram sujo: além de terem escalado um time de peso, eles colocaram The Black Eyed Peas e Sergio Mendes tocando Garota de Ipanema para John Travolta e Uma Thurman.   

Mas o tiro saiu pela culatra, porque o melhor do filme foi a transformação do The Rock de Escorpião Rei

em Dwayne Johnson e sua indescritível sobrancelha arqueada.

Sacou?